Feto encontrado em central de lixo da Amarsul no Seixal

57
visualizações
A Polícia Judiciária está a investigar se o feto vem de alguns dos concelhos abrangidos pela Amarsul

Um feto foi encontrado dentro de um saco de lixo na central de tratamento de lixo no Seixal. Não foi possível apurar o sexo, nem a sua origem. O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária

- Pub -

A Polícia Judiciária (PJ) confirmou hoje que está a investigar o aparecimento de um feto, na quinta-feira, no centro de tratamento de resíduos da Amarsul, no Seixal.

Em declarações à agência Lusa, fonte da PJ avançou que a investigação está em curso, mas ainda não foi possível determinar o sexo do feto devido “ao estado em que está”.

Segundo a mesma fonte, também não se sabe qual poderá ser a origem do corpo, podendo ser qualquer um dos concelhos em que opera a Amarsul (Alcochete, Almada, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal).

Já o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal indicou à Lusa que o feto se encontrava “dentro de um saco do lixo” e que foi descoberto pelos trabalhadores durante a fase de triagem.

O alerta para a ocorrência foi dado pelas 22h50, tendo mobilizado os Bombeiros da Amora e a PSP, que, por sua vez, acionou a PJ e o delegado de saúde.

Lusa

 

Comentários

- Pub -