Município avança com proposta de 5 milhões para reabilitar Barreiro Antigo

179
visualizações
barreiro antigo

Prevista está uma intervenção no espaço público e respectivas infraestruturas, antecedida de reuniões de trabalho que pretendem recolher contributos da população e das diversas forças políticas do concelho

 

- Pub -

A Câmara do Barreiro aprovou na última semana, em sessão pública daquele executivo, a proposta de contratação de um empréstimo de médio e longo prazo até ao montante de cinco milhões de euros, para reabilitação do espaço público e respectivas infraestruturas do núcleo histórico da cidade. Rui Braga, vereador que tutela a divisão das Obras Municipais, explica que esta operação consiste numa “autorização para consulta ao mercado”, que tem em vista um empréstimo no referido valor. “Aquilo que me parece importante é que este é o início de um processo que queremos que seja participativo, envolva a população daquela área e todas as forças políticas representadas no município”, afirma.

O vereador acrescenta que “a ideia da autarquia é direcionar esforço financeiro para conseguirmos ter um projecto global, que possa dar resposta àquilo que é a renovação do nosso Barreiro Antigo”, uma zona “nevrálgica” do concelho que o actual executivo tem “uma intenção clara de reabilitar”, salientando que deste projecto “podem sair várias estratégias de reabilitação e não apenas naquela zona”, destaca.

Rui Braga disse ainda que o executivo pretende que este tema seja “o mais concordante possível”, dada a sua importância, pelo que anunciou que “vamos convocar algumas reuniões de trabalho para irmos recebendo contributos de todos” para o resultado final do investimento previsto naquele núcleo histórico.

De acordo com o responsável autárquico, a “fase de contratação deste projecto global está a decorrer em paralelo e desta forma vamos conseguir ganhar algum tempo” de reflexão sobre o que se pretende para aquela que é uma das zonas mais envelhecidas e degradadas do concelho e que, desde há vários anos, tem sido alvo de discussão no seio da sociedade barreirense e de anteriores executivos.

Frederico Rosa, presidente do município, referiu a este propósito que, “com a consulta vão surgir diversas propostas de encargos financeiros que serão posteriormente analisadas, mas esta é apenas a fase prévia de autorização para avançar”, esclareceu.

Após a aprovação da proposta, que contou com a abstenção dos vereadores da CDU, Rui Lopo, em representação da bancada comunista, afirmou que o sentido de voto “teve por objectivo não inviabilizar uma necessidade desta zona do concelho, que todos reconhecemos necessitar de investimento”, nomeadamente, “noutros momentos recentes da história” do Barreiro. Já o vereador socialista Rui Braga considera que “estamos todos de parabéns, vamos agora trabalhar para termos um grande projecto que reabilite e crie novas dinâmicas numa zona privilegiada da nossa cidade”, defende.

Câmara apresenta valor final da esquadra da PSP ao MAI no próximo dia 17

Entretanto, na próxima reunião pública daquela câmara municipal, agendada para o próximo dia 19, Rui Braga adiantou que conta apresentar algumas novidades sobre a futura esquadra da PSP, que vai nascer no Barreiro Antigo, nomeadamente “os valores finais do projecto, para que possamos dar início ao processo o mais rapidamente possível”.

Recorde-se que o valor do novo equipamento para as forças de segurança e de acordo com o vereador, “aumentou quase meio milhão de euros” em relação ao previsto inicialmente e o próximo passo será renegociar o protocolo com o Ministério da Administração Interna, estando já calendarizada uma reunião para o próximo dia 17, altura em que o novo projecto será apresentado.

Por Luís Geirinhas

Comentários

- Pub -