Barreiro anuncia redução na factura da água

105
visualizações

Controlo das perdas de água e energia, bem como as afluências indevidas ao sistema de saneamento, na origem da decisão da autarquia. Investimento na eficiência dos serviços permite reduzir valor

- Pub -

O município barreirense, à semelhança do que já tinha revelado em 2019, vai reduzir este ano a factura da água, tendo sido “confirmada a qualidade da água captada e fornecida para consumo humano”, recentemente distinguida com o selo da Qualidade da Água pela ERSAR – Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos.

João Pintassilgo, vereador responsável pelo departamento de Águas e Higiene Urbana, enumerou na sessão pública realizada na passada semana, que factores como “o superavit das receitas, graças a um ligeiro aumento de consumo, e o esforço investido na eficiência dos serviços”, tais como o controlo das perdas de água e energia, afluências indevidas ao sistema de saneamento e a produção de resíduos, como “medidas responsáveis para a redução das tarifas de água e saneamento em 2020”.

Esta situação, explicou o vereador, terá “um efeito de redução na factura, considerando os três serviços – águas, saneamento e resíduos, na ordem de 1 a 1,45% na tarifa doméstica e de 0,8% a 1,4% na tarifa não doméstica”.

Em relação às tarifas especiais, destaque para a tarifa social doméstica, com uma redução entre 1,46% e 1,56%. Na tarifa não doméstica para as pequenas empresas, os valores situam-se entre os 0,8% e os 1,4%, e na tarifa para instituições e associações, esta redução varia entre 1,75% a 1,80%.

Considerando que o Município do Barreiro tem um tarifário equilibrado que garante a cobertura de custos, interessa também salientar que a partir de 2020 os tarifários especiais são suportados pela CMB, deixando de pesar como deficit no cálculo do tarifário (promovendo assim a redução da tarifa). A autarquia destaca ainda que, através da redução da factura do serviço de água, saneamento e resíduos, pretende “partilhar com os barreirenses os resultados do esforço em tornar os serviços mais eficientes, não esquecendo e incentivando a diminuição do desperdício e da produção de resíduos, por questões de sustentabilidade ambiental e contra as alterações climáticas”.

Água de boa qualidade no último trimestre do ano passado

Entretanto, no âmbito da execução de um plano de amostragem para avaliação da qualidade da água e em cumprimento do Programa de Controlo de Qualidade, aprovado pela ERSAR, a câmara municipal informou na última semana que no último trimestre de 2019, “todas as análises realizadas apresentaram resultados em cumprimento dos valores paramétricos, pelo que se evidencia, deste modo, a boa qualidade da água distribuída em todas as zonas de abastecimento”, nomeadamente, no Alto da Paiva, Coina, Penalva, Sete Portais e Vila Chã. De assinalar que a “gestão da qualidade da água no sistema de abastecimento do município do Barreiro, desde a origem até à torneira do consumidor, é garantida através da aplicação de inúmeras medidas, tais como o recurso a tecnologias de tratamento adequadas face à qualidade da água captada e à qualidade da água que se pretende para consumo humano, aplicação de práticas de manutenção preventiva e corretiva, monitorização em contínuo de parâmetros da qualidade da água em locais estratégicos do sistema de abastecimento e a realização de estudos ou projetos visando a melhoria da qualidade da água abastecida”.

Por Luís Geirinhas

Comentários

- Pub -