Chumbita Nunes aposta na remodelação do Bonfim e em centro de estágio

87
visualizações

O candidato à presidência da direcção do Vitória é acompanhado por Francisco Alves Rito, que encabeça a lista à Mesa da Assembleia Geral, e João Silveira Piedade, que lidera os nomes apresentados para o Conselho Fiscal

 

- Pub -

A remodelação do estádio do Bonfim e a construção de um centro de estágio são prioridades do advogado Chumbita Nunes, que ontem formalizou a candidatura às eleições para a direção do Vitória de Setúbal.

“O que me leva a recandidatar-me é o atual estado do Vitória de Setúbal, que originou que um grupo de associados me tivesse desafiado para presidir aos destinos do Vitória de Setúbal”, disse à agência Lusa o advogado setubalense, que já foi presidente do clube entre julho de 2003 e janeiro de 2006 e que tem agendada para as 18h00 de hoje a apresentação pública da sua candidatura no hotel Esperança.

Chumbita Nunes disse considerar que “as coisas que ocorreram nos últimos tempos não foram o melhor para o Vitória de Setúbal, que apareceu na comunicação social pelos piores motivos”.

“Acho que é preciso mudar o paradigma e é por isso que me vou candidatar”, acrescentou o candidato, pouco antes de proceder à entrega das listas para os diferentes órgãos sociais do clube sadino ao presidente da Mesa da Assembleia Geral, Cardoso Ferreira.

Confiante de que será capaz de construir “uma equipa de futebol competitiva”, a lista concorrente liderada por Chumbita Nunes, que tem o empresário Fernando Artur como mandatário, propõe como candidatos a vice-presidentes Fernando Belo, José Manuel dos Santos, José Alves, Rui Mendes e Paulo Oliveira.

A lista para a Mesa da Assembleia Geral é liderada por Francisco Alves Rito e a lista do Conselho Fiscal por João Silveira Piedade.

Na corrida para a presidência do Vitória de Setúbal, além de Chumbita Nunes, a primeira candidatura a ser entregue ao presidente da Mesa da Assembleia Geral, estão também Pedro Gaiveo Luzio e Paulo Gomes (ex-vice-presidentes do clube), José Dias Mendes e o atual presidente Vítor Hugo Valente.

As eleições para a direção do Vitória de Setúbal foram marcadas na sequência da demissão de dez dirigentes do clube, entre eles vários vice-presidentes da direção liderada por Vítor Hugo Valente, que, nas próximas horas, também deverá formalizar a recandidatura à presidência do Vitória de Setúbal.

Lusa

Comentários

- Pub -