Nuno Carvalho leva Sado ao congresso nacional do PSD

86
visualizações

Nuno Carvalho, presidente da secção de Setúbal do PSD e deputado eleito à Assembleia da República pelo círculo sadino, anunciou ontem que irá encabeçar uma lista de delegados ao 38.º congresso nacional do partido, a ter lugar de 7 a 9 de Fevereiro em Viana do Castelo, para debater o Sado.

- Pub -

Além de Nuno Carvalho, o elenco de delegados será composto ainda por três outros nomes – Fernando Monteiro, Paulo Valdez e Alexandre Teles – e tem como objectivo debater a importância de Setúbal, em geral, e do rio Sado, em particular, na zona sul do País.

A inclusão de Alexandre Teles, setubalense, natural da freguesia do Sado, personifica uma agenda que esta lista considera fundamental debater no seio da próxima reunião magna do partido”, pode ler-se num comunicado da estrutura local social-democrata, que realça ainda o rio Sado como “maior activo económico, turístico e ambiental não só do concelho de Setúbal como de toda a região”.

Nuno Carvalho, também vereador na Câmara de Setúbal, defende no mesmo documento que “a discussão e debate do Sado num forum de projecção nacional como é o congresso do PSD é fulcral” para elucidar aquela que considera ser uma “temática indissociável do desenvolvimento” do concelho sadino.

Os social-democratas de Setúbal lembram ainda que a freguesia do Sado “reveste-se como um território ao qual se têm colocado desafios que urgem ser debatidos e ultrapassados”, reforçando que é “igualmente importante” o debate sobre “as suas potencialidades e os seus desafios” no seio do partido laranja.

A concluir, os social-democratas dão conta de que na passada segunda-feira, 6, “existiu um vasto consenso” sobre a importância da referida matéria durante a realização de um jantar promovido pela secção de Setúbal do PSD.

Comentários

- Pub -