Transportes Colectivos com 10 milhões de passageiros em 2019

112
visualizações

As Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2020 dos Serviços Municipalizados dos Transportes Colectivos do Barreiro, foram aprovadas esta terça-feira, na última reunião do ano para os deputados barreirenses.

 

- Pub -

A Assembleia Municipal do Barreiro desta terça-feira, onde foram debatidas as Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2020 referente aos Serviços Municipalizados dos Transportes Colectivos do Barreiro (TCB), o mapa de pessoal relativo àqueles serviços, bem como a adjudicação do financiamento de curto prazo para o próximo ano, no valor de 4,5 milhões de euros, terminou com a aprovação dos três documentos.

O primeiro ponto dos trabalhos, relativo aos TCB, foi aprovado pelos deputados do PS, PAN e MCI, com as abstenções do PSD, Bloco de Esquerda e dos deputados da CDU. Já na votação do ponto sobre o mapa de pessoal, o documento recebeu 14 votos favoráveis do PS e um do MCI, para além de três abstenções do PSD, PAN (1), Bloco de Esquerda (2) e dos votos contra da CDU.

 

Passageiros a utilizar Transportes Colectivos do Barreiro aumentaram

em mais de 6%

 

Durante a discussão o vice-presidente da autarquia, João Pintassilgo, afirmou que no ano de 2018, altura em que aqueles Transportes Colectivos “tiveram um aumento da procura de 6,15 por cento”, foram atingidos mais de 8,7 milhões de passageiros transportados, aproximando-se assim dos valores de 2014. No seu entender, este foi um dado revelador de que “conseguíamos continuar a dar resposta aos barreirenses, isto apesar da qualidade do serviço não ser a desejada”, destacou. O membro daquele executivo disse ainda que as resoluções que deram prioridade política à mobilidade, “vieram permitir que, com a alteração do sistema tarifário ocorrida a 1 de Abril deste ano e tal como se previa, viesse a ter lugar uma autêntica revolução na mobilidade” das populações e “um forte incentivo à utilização dos transportes públicos”.

 

10 milhões de passageiros

 

O vereador informou também os deputados que os TCB vão iniciar 2020 “com uma confiança consolidada, mas com a perfeita consciência do muito que ainda há por fazer, para contribuir na resposta aos desafios que se colocam para o desenvolvimento sustentável do concelho e da península de Setúbal”. Com efeito, para João Pintassilgo, o próximo ano “será crucial para medidas relevantes na prossecução do projecto de tornar os TCB num operador de referência na margem sul”, realçando que no final do presente ano “estaremos próximos dos 10 milhões de passageiros”.

 

Câmara prepara aquisição de três autocarros para turismo,

a incluir na frota TCB

 

Na altura, referiu ainda que a reestruturação prevista para o futuro “permitirá dar a resposta necessária à acentuada procura que se sente no Barreiro, sem descurar a expansão do serviço que se pretende, com a possibilidade desta sair dos limites do concelho”. Antes de terminar a sua intervenção, Pintassilgo anunciou que, para além do pagamento de 15 autocarros, está prevista a aquisição de mais três para turismo em segunda mão. Ao nível das despesas correntes, houve uma redução em 1,1 milhão de euros e um aumento de despesa de pessoal em 6,54 por cento, face às necessidades de aumento da oferta.

No final da reunião, a maioria PS, em conjunto com o PAN e o MCI, aprovaram também o ponto relativo à adjudicação do empréstimo à autarquia de 4,5 milhões de euros, com três abstenções do PSD, duas do Bloco de Esquerda e 10 votos contra da CDU.

 

Por: Luís Geirinhas

Comentários

- Pub -