Navigator ensina 6 mil crianças a descobrirem a água

61
visualizações

Durante quase um mês, a The Navigator Company vai contar a história do ciclo da água a escolas de Setúbal, entre outras cidades. O objectivo é que as crianças aprendam a poupar e descobrirem este recurso natural

- Pub -

 

A The Navigator Company vai promover junto de 43 escolas de Setúbal, Lisboa Figueira da Foz, Coimbra e Porto, a realização workshops educativos com o objectivo de sensibilizar os mais pequenos para a utilização racional da água enquanto recurso natural importante para o equilíbrio do planeta.

Estes encontros de trabalho, dedicados ao tema “O Incrível Ciclo da Água”, desenvolvem-se no âmbito do projecto “Dá a Mão à Floresta” e decorrem de 28 de Outubro a 21 de Novembro. Está previsto abrangerem mais de 6 mil crianças, e o seu conteúdo pedagógico está em estreita sintonia com os conteúdos didácticos que integram o programa escolar do actual ano lectivo.

“Dado que para muitas crianças a água é um bem adquirido à distância e num simples “abrir de torneira”, o objectivo da The Navigator Company é dar a conhecer que a água tem uma história para contar e o seu uso deve ser preservado”, indica a empresa. O desafio é assim “incentivar” os mais novos a “perceberem as diferentes fases do ciclo da água, os diferentes estados em que a água existe no meio e que é à volta da água que existe maior biodiversidade”.

Estes workshops irão explicar às crianças, “de forma simples e intuitiva”, o que é a infiltração (fluxo de água que se infiltra no solo), a transpiração (água que evapora dos seres vivos para a atmosfera), a evaporação (passagem da água do estado líquido para o gasoso), a condensação (vapor de água que se transforma em água líquida e que cria as nuvens e o nevoeiro), a precipitação (água das nuvens que cai em estado líquido), a sublimação (passagem da água do estado sólido para o gasoso), a neve (água que cai em estado sólido), o escoamento superficial (movimento da água do solo para o mar) e o armazenamento (água que o solo não consegue absorver e que acaba por juntar-se nos rios, lagos, mares e oceanos).

O projecto “Dá a Mão à Floresta” tem como principal objectivo “sensibilizar o público infanto-juvenil para a necessidade de proteger e valorizar a floresta nacional”. A The Navigator Company, nas suas propriedades protege 235 espécies de fauna e 740 espécies de flora.

 

The Navigator Company assume Neutralidade carbónica em 2035

 

A The Navigator Company é um produtor integrado de floresta, pasta e papel, tissue e energia, cuja atividade está alicerçada em fábricas modernas de grande escala, com tecnologia de ponta e que constituem uma referência de qualidade no sector.

A produção de pasta e papel por parte da The Navigator Company é feita através de utilização de florestas que “são plantadas exclusivamente para esse efeito”. Diz a empresa que através dos seus viveiros, “todos os anos dá vida a mais de 12 milhões de árvores”. Estes viveiros, os maiores da Europa, “produzem 135 espécies diferentes de árvores e arbustos, grande parte, não tendo viabilidade económica, são financiadas pela Navigator com o objectivo e manter a diversidade e de garantir que é mantida a continuidade da espécie”.

A The Navigator Company “assumiu formalmente o compromisso de atingir a neutralidade carbónica em 2035”. Deste modo a empresa está a antecipar em 15 anos as metas estabelecidas pela União Europeia e por Portugal. A companhia tornou-se, assim, “a primeira empresa portuguesa, e uma das primeiras a nível mundial, a definir este ambicioso objectivo”.

Comentários

- Pub -