Praga de ratos obriga a desratização no Jardim de Infância das Amoreiras

102
visualizações

Quase de um dia para o outro a zona do Jardim de Infância das Amoreiras ficou infestada de ratos, e também o espaço interior. A decisão foi fechar portas e avançar em peso com o serviço de desratização

 

- Pub -

As crianças do Jardim de Infância das Amoreiras, no Bairro do Liceu, Setúbal, estão neste momento na escola sede do agrupamento Barbosa do Bocage, depois da sua ‘escolinha’ ter fechado, temporariamente, para uma desratização. Segundo uma das mães, são cerca de 50 crianças, entre os três e os cinco anos, nestas condições.

Na passada quinta-feira foi notada uma população de ratos fora do comum na zona da escola mesmo depois dos serviços camarários terem procedido a uma desinfestação. “Foi uma situação inesperada” conta o vereador responsável pelo pelouro da Saúde. Diz Ricardo Oliveira que reuniu com os responsáveis do agrupamento e decidiram encerrar a escola “sem demoras”.

A decisão foi avançar com uma desratização “mais incisiva”, em redor do jardim de infância e piso interior, a qual “é incompatível com adultos e muito menos com crianças”, dai a deslocação dos miúdos. Aliás, a vulnerabilidade das crianças é uma das preocupações que uma das mães manifestou a O SETUBALENSE, interrogando-se por nada saberem desta situação.

Mas ao que parece, também a autarquia e o pessoal do próprio Jardim de Infância das Amoreiras não esperavam tal infestação de ratos. Uma das hipóteses é os roedores virem da zona da Várzea onde a Câmara está a fazer uma grande intervenção, ora ao verem os ninhos destruídos poderão estar a fugir para a cidade. Esta é uma das possibilidades elencadas pelo vereador que associa ainda este aumento à falta de chuva, que permite que estes animais invasores habitem as canalizações. “Estamos atentos e a acompanhar o evoluir da situação”, afirma.

Entretanto, dá a saber Ricardo Oliveira que a desratização no jardim de infância terminou ontem, hoje será um dia de avaliação dos resultados e de limpeza sendo que amanhã tudo indica que as crianças estarão de regresso.

“As crianças não estão perturbadas com esta alteração do seu estilo normal de vida e os mais velhos gostam de as ter na sua escola”, conta o autarca. Para além disso as crianças têm andado em visitas de estudo enquanto o jardim de infância está fechado. Depois de terem visitado os viveiros do município, hoje vão estar na biblioteca municipal e amanhã vão ver um filme de animação no Cinema Charlot, em Setúbal.

Comentários

- Pub -