Lançamento da primeira pedra do B&B Montijo Hotel com data marcada

265
visualizações

A construção do novo hotel do Grupo B&B Hotels no cruzamento entre as avenidas João XXIII e D. Afonso Henriques, no  Montijo, já arrancou, mas a cerimónia de lançamento da primeira pedra da obra vai acontecer na próxima sexta-feira, 18, pelas 16h30, com a presença de responsáveis da empresa construtora Casais e da cadeia hoteleira proprietária da nova unidade.

- Pub -

A cerimónia abrirá com uma intervenção de António Carlos, CEO da Casais Engenharia e Construção, seguindo-se o discurso sobre o projecto do novo hotel, a cargo de Torcato Faria, Country Manager da B&B Portugal. Nuno Canta, presidente da Câmara Municipal do Montijo, fechará o período de discursos. Depois será cumprido o acto simbólico de lançamento da primeira pedra da obra, previsto para as 17h15.

O equipamento da B&B Hotels – cadeia hoteleira que foi adquirida pela PAI Partners em 2016 por 800 milhões de euros – deverá estar concluído até final do próximo ano, substituindo o antigo edifício onde funcionou o extinto jornal “Gazeta do Sul”, junto ao parque municipal.

O novo hotel “terá três pisos e será uma unidade de três estrelas, não prevendo a colocação de varandas”, disse Nuno Canta, presidente da Câmara Municipal do Montijo, no início deste ano a O SETUBALENSE, adiantando que o investimento deverá “rondar um milhão de euros”.

Na altura, o autarca considerou a aposta da cadeia hoteleira como “um primeiro efeito da vinda do novo aeroporto para a Base Aérea n.º 6 do Montijo”, apesar de a intenção dos promotores ter sido manifestada à autarquia anos antes.

A localização numa zona privilegiada da cidade – onde se encontra não só Parque Municipal Carlos Hidalgo Gomes de Loureiro como também uma outra unidade hoteleira e o Tribunal Judicial do Montijo – também mereceu então destaque da parte do socialista.

“É um dos sítios nobres da cidade, que se adapta à capacidade hoteleira, a qual irá assim aumentar a disponibilidade do número de dormidas existentes em termos turísticos”, lembrou, realçando também que a intervenção permitirá “reabilitar” o espaço.

Até final de 2020, a B&B Hotels – que tem em marcha a criação de outras duas unidades hoteleiras, uma em Sacavém (B&B Hotel Lisbon Airport) e outra em Oeiras – prevê ainda abrir hotéis em Matosinhos, Vila Nova de Gaia, Viseu e Viana do Castelo, num investimento global de 70 milhões de euros.

A cadeia hoteleira francesa, recorde-se, apresenta mais de 500 hotéis espalhados por toda a Europa. Alemanha, Itália e Polónia, além de Portugal, são apenas alguns exemplos de investimentos realizados pela B&B Hotels, que também marca presença em… Marrocos.

Comentários

- Pub -