Executivo municipal visita obras de mais de 2,5 milhões de euros

94
visualizações

Para melhorar a capacidade instalada ao nível do sistema de saneamento, a autarquia planeou e executou um conjunto de obras divididas em três acções

 

- Pub -

O executivo da Câmara de Setúbal esteve de visita a um conjunto de equipamentos recentemente construídos para melhorar o sistema de saneamento urbano e melhorar a qualidade ambiental do concelho. Referida como operação “Optimização do Sistema de Saneamento de Setúbal”, esta é composta por três acções e implicou um investimento 2 milhões e 572 mil e 389,45 euros, financiado a 85% por fundos comunitários.

Um dos equipamentos financiados pelo PO SEUR – Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, do Portugal 2020, é a nova estação elevatória dos Combatentes, que veio permitir assegurar o fecho do circuito do sistema de saneamento de águas residuais de Setúbal e, em simultâneo, criar uma rede separativa de esgotos, uma para águas residuais domésticas, outra para pluviais.

Os trabalhos incluíram a construção de uma estação elevatória, um edifício com três pisos, dois dos quais no subsolo, na zona da Praça Almirante Reis, e a criação de órgãos de drenagem nas avenidas dos Combatentes da Grande Guerra e General Daniel de Sousa.

Desta operação estruturante para o sistema de saneamento fez ainda parte a criação do emissário Ciprestes/Bonfim, agora ligado à nova estação elevatória, com a construção de mais de dois quilómetros de troços de colectores em arruamentos como a Avenida dos Ciprestes, a Praceta Manuel Nunes de Almeida e a Avenida 22 de Dezembro.

A terceira acção deste conjunto de investimentos diz respeito à desactivação da Estação de Tratamento de Águas Residuais das Pontes, que se encontrava obsoleta e com capacidade limitada para tratamento de efluentes daquela área do território, e posterior criação de duas estações elevatórias, uma nas Pontes, outra no Bairro do Capador.

Refere a autarquia que esta operação, concluída recentemente, “permitiu igualmente melhorar a sustentabilidade dos sistemas de saneamento, objectivo concretizado no âmbito da prioridade comunitária Ciclo Urbano da Água, assegurado por via do fecho do circuito do sistema de saneamento de águas residuais de Setúbal”.

O conjunto de investimentos “assegurou ainda a optimização da utilização da capacidade instalada do sistema interceptor e de tratamento da Estação de Tratamento de Águas Residuais de Setúbal, concretamente através da execução da ligação entre os sistemas de saneamento em alta e em baixa”.

Comentários

- Pub -