Empresário burlado com mensagem falsa em nome da EDP

209
visualizações
Mensagem recebida pela vítima

Recebeu uma mensagem no telemóvel identificada como sendo da EDP, relativa a uma suposta factura da distribuidora de energia, no valor de 126 euros, que pagou ontem, constatando depois que acabara de ser vítima de burla. Jan Machado, 33 anos, empresário ligado ao ramo de recrutamento para trabalho temporário, com escritório nas Galerias Comerciais do Montijo, recebeu a mensagem na passada quinta-feira e, esta segunda-feira, liquidou o montante que lhe tinha sido transmitido estar em dívida. Mas não estava.

- Pub -

A mensagem, que ameaçava o corte do serviço energético, era falsa e este foi apenas mais um caso, entre muitos outros, de quem foi vítima de um esquema fraudulento que está na moda.

Na identificação da mensagem recebida surgia a designação EDP e o teor da mesma não fez levantar suspeitas.

Mensagem recebida pela vítima

“Estimado cliente, em virtude de existirem valores em dívida, o seu serviço de electricidade será suspenso a partir de 13/09, evite a suspensão do serviço e respectivos custos de religação Ent 21423 Ref, 313549070 Valor 126.00 Data Limite 12/09/2019 EDP Comercial”, pode ler-se na mensagem que foi enviada para Jan Machado.

O empresário efectou o pagamento “através de um aplicativo do telemóvel”, disse a O SETUBALENSE, salientando que “a descrição da entidade” para a qual foi creditado o valor surgiu no comprovativo de pagamento como “Altice Pay, S.A”.

Jan Machado ficou a saber que tinha sido vítima de burla quando contactou os serviços da EDP para saber a razão de uma facturação com valor mais elevado do que o habitual, depois de ter abordado a questão em casa com a mulher. O empresário acrescentou que ainda não apresentou queixa às autoridades, estando a ponderar efectuar a participação do caso.

Um “C” que faz diferença

Uma das diferenças entre uma mensagem original da distribuidora de energia e uma mensagem falsa passa pela letra “C”, que surge na identificação das da empresa. Na identificação da mensagem recebida pela vítima surgia apenas a designação de EDP, ao passo que as mensagens da energética estão identificadas como EDP C.

Comentários

- Pub -