Filme sobre Pradarias Marinhas do Sado finalista em concurso da ONU

74
visualizações
Vídeo retracta as Pradarias Marinhas do Sado

Produção da Cooperativa Ocean Alive, que retrata trabalho sobre a preservação ambiental, está entre os 20 vídeos seleccionados para o “The Global Youth Video Competition”, na categoria “Cidades e Acção Local no combate às Alterações Climáticas”. O vídeo será exibido na Cimeira Mundial do Clima, no Chile.

 

- Pub -

 

O vídeo produzido pela bióloga portuguesa Raquel Gaião Silva, de 24 anos, no qual se encontra retratado o trabalho desenvolvido pela associação setubalense Ocean Alive na preservação das pradarias marinhas do Estuário do Sado, está entre os 20 finalistas do “The Global Youth Video Competition” (Concurso Global de Vídeos da Juventude), na categoria “Cidades e Acção Local no combate às Alterações Climáticas”.

Este concurso decorrerá nos dias 21, 22 e 23 de Setembro, em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América e é organizado no âmbito da Cimeira do Clima da ONU – Organização das Nações Unidas, com o intuito de dar a conhecer projectos locais de combate às alterações climáticas, de preservação da biodiversidade e de reequilíbrio dos ecossistemas.

A bióloga, natural de Viana do Castelo, é voluntária na Ocean Alive, primeira cooperativa em Portugal dedicada à protecção do oceano, há cerca de três anos. Após produzir o vídeo, com a duração de três minutos, Raquel Gaião Silva contactou a organização e enviou o mesmo para o concurso, acabando por se classificar entre os finalistas.

As filmagens aconteceram no início de Julho, no decorrer do Ocean Alive Camp Summer School, uma iniciativa criada para incentivar um grupo de estudantes com mais de 18 anos, naturais de vários países, a tornarem-se embaixadores na protecção do oceano.

Os vídeos finalistas irão ser exibidos no dia 23 de Setembro, na Cimeira do Clima da ONU e o realizador que conquiste o primeiro prémio em cada uma das três categorias existentes tem a oportunidade de participar, em Dezembro, na Conferência do Clima, a acontecer no Chile.

Para além disto, o vencedor, para além de apresentar o projecto que originou o seu vídeo, conquistará o estatuto de Embaixador da Juventude para as Alterações Climáticas e apoiará a ONU na cobertura jornalística da conferência, com a produção de artigos e vídeos.

Será o público a escolher o vencedor de cada uma das três categorias até ao dia 7 de Setembro, através da visualização dos vídeos na plataforma Youtube, no qual cada visualização corresponde a um voto.

Por: Maria Coelho

 

Comentários

- Pub -