Passes económicos vão incluir ligações a Setúbal e Lisboa

111
visualizações

Passageiros dos cinco concelhos do Alentejo Litoral beneficiam de passes a 40 euros já a partir de 1 de Agosto mas autarcas querem incluir carreiras para a AML “em breve”

 

- Pub -

Os passes económicos que a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL) negociou com a Rodoviária do Alentejo, e que vão entrar em vigor no próximo dia 1 de Agosto, podem ser alargados, posteriormente, às carreiras que fazem a ligação a Setúbal e a Lisboa.

A intenção dos autarcas alentejanos foi revelada ontem pelo presidente da CIMAL Durante a reunião pública da Câmara de Alcácer do Sal, a que também preside, Vitor Proença informou que estão a decorrer negociações nesse sentido entre a comunidade intermunicipal e a Área Metropolitana de Lisboa (AML).

“Estamos a tratar com a AML, de forma acelerada, para termos, em breve, redução tarifária em linha para Setúbal e Lisboa”, afirmou o autarca comunista, explicando que o custo de financiamento desta extensão dos benefícios económicos para os utentes dos transportes públicos será suportada essencialmente pelos municípios alentejanos, principalmente Alcácer e Grândola, que são os concelhos que mais carecem destas carreiras rodoviárias. “A AML não terá que pagar porque o maior movimento é do Alentejo para Setúbal e Lisboa e não o contrário”, disse.

A oposição camarária mostrou-se satisfeita com a possibilidade anunciada pelo presidente da autarquia, mas Clarisse Campo perguntou como está a decorrer o processo de adesão dos utentes ao novo tarifário, uma vez que depende de inscrição numa plataforma online da Rodoviária do Alentejo.  Vereadora socialista demonstrou preocupação com alegadas dificuldades no processo.

O presidente da Câmara respondeu estar a “ouvir pela primeira vez” tais preocupações, sublinhou que “as pessoas estão a ser informadas” quer pelos municípios quer pela empresa, e manifestou a convicção de que não haverá problemas.

 

 

Edifício dos Paços do Concelho vai ser valorizado

 

Na reunião de ontem, o executivo municipal de Alcácer do Sal aprovou a abertura de concurso público para a empreitada de valorização arquitectónica e funcional do edifício dos Paços do Concelho. O investimento, de 156 mil euros, passa pela substituição de janelas e fontes térmicas. O valor tem co-finaciamento na ordem dos 60 mil euros, ao abrigo de uma candidatura apresentada pela autarquia ao programa para bens e equipamentos municipais, sendo os restantes cerca de 96 mil euros, mais IVA, suportados pelo município.

Foi igualmente aprovada, desta vez por unanimidade, a atribuição de um subsidio de mil euros à Sociedade 1.º de Janeiro Torranense para apoio ao encontro de corais alentejanos que esta colectividade está a organizar.

Comentários

- Pub -