MAEDS apresenta “Let me tell you about…”

65
visualizações

Com curadoria de Joaquina Soares, directora do MAEDS, e de Ana Lima-Netto, artista, membro da direcção e professora da Sociedade Nacional de Belas Artes de Lisboa, a exposição junta professores e alunos, artistas de renome e artistas emergentes

A exposição de arte contemporânea “Let me tell you about”, patente no Museu de Arqueologia e Etnografia do Distrito de Setúbal, até ao dia 4 de Janeiro de 2020, dá a conhecer trabalhos realizados pelos alunos do Atelier Experimental 2018-2019 da Sociedade Nacional de Belas Artes e por artistas convidados oriundos da mesma instituição.

- Pub -

 

“Achámos que seria interessante apresentar os trabalhos dos alunos do Atelier Experimental 2018-2019 e acrescentámos uma outra dimensão. Juntámos os alunos do atelier, que são artistas emergentes, pessoas com muito talento, e cuja qualidade dos trabalhos é muito alta, a artistas consagrados, que até já deram aulas na Sociedade Nacional de Belas Artes e têm obra reconhecida, para dialogarem entre si”, começa por dizer Joaquina Soares, directora do MAEDS e curadora, a par de Ana Lima-Netto, da exposição colectiva, a O SETUBALENSE – DIÁRIO DA REGIÃO.

 

“Atendendo à história e vocação do MAEDS, muito virada para a educação e para a difusão cultural, quisemos dar a esta mostra também a dimensão de encontro de mundos diversos, de ligação entre o aprender e o ensinar, da transmissão do conhecimento, da informação e da experiência”, adianta, defendendo a importância da formação ao longo da vida e considerando que “aprender e ensinar são aspectos cruciais nas nossas sociedades”.

 

Mestres e artistas emergentes lado a lado na escola e na vida

Com Ana Lima-Netto, professora da Sociedade Nacional de Belas Artes e também curadora da exposição, Jaime Silva, vice-presidente da SNBA, Maria Gabriel e Rosa Nunes como artistas convidados, a exposição, organizada pelo MAEDS em parceria com a SNBA, encontra-se dividida em quatro núcleos nos quais mestres e artistas emergentes apresentam lado a lado os seus trabalhos, em pintura, escultura e fotografia, sobre temas distintos.

 

“A meu ver, é muito bonito e muito democrático ter trabalhos de autores da SNBA, já com obra realizada, ao lado de trabalhos de artistas emergentes, também saídos da mesma associação, que muitos deles já fizeram a sua carreira profissional e decidem agora realizar-se numa área do domínio das artes de que sempre gostaram. Queríamos também desmontar o conceito habitual das exposições e mostrar que os artistas já com obra também podem estar com quem começa”, refere.

No total, entre os dois pisos do MAEDS, a exposição conta com obras de quatro mestres e 16 artistas, num “diálogo entre mestre e aluno, fora do contexto de aulas, no momento da exposição”. De acordo com Joaquina Soares, “os artistas convidados dialogam com os artistas emergentes fora da ‘sala de aulas’ e essas conversas podem até ser audíveis para os visitantes mais atentos”.

 

Ana Costa Gomes, Ana Wever, Antonieta Martinho, António Ventura, Clara Nunes, a setubalense Dália Vale Rêgo, Eunice Lopes, Gilda Carmona, Helena Vantache, Ilda Felizardo, Isabel Ceia, Joaquim Silva Dias, Luísa Freitas, Manuela Ducla Soares, Nani Valente e Rosa Areias são os alunos do Atelier Experimental da Sociedade Nacional de Belas Artes que trazem até ao MAEDS as suas histórias, as suas formas de expressão, a sua arte – numa atmosfera de partilha que esteve na base da exposição e se consegue sentir ao visitá-la.

 

Sobre o nome que apresenta a exposição, Joaquina Soares explica que “estas pessoas, quando vêm expôr, querem dizer algo e querem dizê-lo a alguém. Cada um dos autores tem uma história a contar a propósito do seu trabalho e penso que, por isto, ‘Let me tell you about…’ foi o título perfeito neste contexto, uma vez que não tínhamos nenhuma temática subjacente”.

 

Para o futuro, há a intenção de realizar uma exposição com estas características bianualmente, “mostrando que não há barreiras e que os mestres podem estar ao lado dos artistas emergentes, dos seus alunos, não só na escola como na vida”.

Comentários

- Pub -