Catarina Branco abre estúdio de Dança Oriental único em Setúbal

20
visualizações

Estúdio dedicado à prática de Dança Oriental funciona no bairro do Montalvão e é uma iniciativa da bailarina setubalense Catarina Branco, que é a mais premiada do país a solo profissional

 

- Pub -

Setúbal tem um novo estúdio de dança dedicado em exclusivo à prática da Dança Oriental. Chama-se Catarina Branco Oriental Studio, fica no número 116 da Rua General Daniel Sousa (nas antigas instalações da Moto Sado), no Montalvão, e nasceu por iniciativa da setubalense de 27 anos que lhe dá nome e que é professora, coreógrafa e a bailarina profissional de Dança Oriental mais premiada a solo no país.

 

O Catarina Branco Oriental Studio ocupa uma área total de 110 metros quadrados – 80 dos quais usados como espaço de dança – e vem proporcionar condições excepcionais para a prática da Dança Oriental na cidade, equipado que está com casa de banho, duche individual, vestiário e copa. “É o primeiro estúdio de Dança Oriental da cidade”, reforçou a artista em conversa com O SETUBALENSE.

 

Catarina Branco escolheu Setúbal para investir neste projecto por vários motivos: “Foi sempre aqui que consegui angariar mais alunas e onde mais alunas se mantiveram [ao longo dos anos], algumas há quatro anos”, comparativamente com as alunas que tinham aulas em Lisboa, explicou. E, depois, porque em Setúbal há menos oferta a nível da dança e “mais potencial” de crescimento.

 

“Dá-me um carinho especial poder contribuir para a cidade de Setúbal, que tem crescido muito. A Câmara Municipal de Setúbal tem-me apoiado muito”, proporcionando espectáculos na cidade, “e isso torna mais fácil a angariação de alunas”, justificou ainda a bailarina. A facilidade de acesso, estacionamento e a proximidade face a Lisboa são outros dos trunfos do estúdio.

 

Com o espaço de portas abertas, o objectivo de Catarina Branco agora é dar continuidade às aulas que vinha leccionando desde que começou, há cinco anos, a ensinar na Casa da Cultura de Setúbal, passando depois pelas instalações do Vitória Futebol Clube e, mais recentemente, pelas do Clube Setubalense. Antes de ter um espaço próprio, Catarina dançava na cave da casa dos pais.

 

As aulas de Dança Oriental (dadas às segundas, terças, quartas, quintas e sábados), de vários níveis de ensino e estilos de música, são a actividade que para já vai tomar conta do estúdio, mas os planos passam também por vir a proporcionar “outras modalidades que sejam complementares à dança, como o ioga, pilates e ballet”, explicou a setubalense. Quem quiser pode também contratar aulas particulares e de grupo.

 

Numa vertente de lazer, Catarina Branco espera dinamizar convívios, sessões de cinema sobre Dança Oriental e outros tipos de dança e aulas teóricas. Acolher eventos e formações pontuais com bailarinos convidados, assim como palestras e workshops são outras das possibilidades para dinamizar o Catarina Branco Oriental Studio, conforme adiantou.

 

Catarina Branco está agora mais focada no ensino como professora de Dança Oriental. A artista foi distinguida como Jovem Revelação pela Câmara Municipal de Setúbal, em 2016, e é a bailarina de Dança Oriental mais premiada do país, com um total de 26 prémios obtidos em festivais nacionais e internacionais. Foi também a primeira portuguesa a vencer um prémio no festival Ahlan Wa Sahlan no Egipto (3º lugar na Categoria Master Profissional) e a única bailarina portuguesa a integrar a maior Companhia de Dança Oriental do mundo, as Bellydance Evolution.

Comentários

- Pub -