Quinta do Anjo vive quatro dias de celebrações religiosas e profanas

13
visualizações

Festividades arrancam na próxima quinta-feira e assinalam o facto de a localidade ter sido poupada à destruição do terramoto de 1755. Procissão das Velas é um dos momentos altos

 

- Pub -

As Festas de Todos os Santos, uma das mais antigas do concelho de Palmela, começam na próxima quinta-feira na Aldeia de Quinta do Anjo ao ritmo da banda da SIM, dirigida pelo novo maestro Carlos Lourenço, e prolongam-se até ao próximo domingo.

Realizam-se há mais de dois séculos e meio (esta é a 263.ª edição) como agradecimento por a aldeia ter sido poupada à destruição do terramoto de 1755, que arrasou Lisboa. Daí que uma das iniciativas mais simbólicas seja a Procissão das Velas que sai de uma quinta particular onde se localiza a Capela do Anjo.

Mas as Festas de Todos os Santos aliam a religiosidade ao profano e na noite de inauguração a música marcará presença com a Banda da SIM e do grupo Ensamble de Saxofones do Conservatório Regional de Palmela e da Sociedade Filarmónica Humanitária. A primeira noite dos festejos termina com a actuação do Grupo “Abba Mia”.

O Dia de Todos os Santos, que se assinala a 1 de Novembro, começa com a celebração da missa, a que se segue a procissão pelas ruas da aldeia de Quinta do Anjo. A homenagem a Matos Fortuna, o historiador e uma das figuras mais emblemáticas do concelho de Palmela, será um dos momentos mais emotivos do evento. A noite será de música com a actuação da Banda Filarmónica da SIM, da “Lisbon Swing Band” e a “Rádio Five”, que terminam em animação a segunda noite das Festas.

O terceiro dia dos festejos tem no desporto a sua forte componente com o Quintajense a disputar jogos dos infantis, benjamins e sub-19, com destaque para o trail e caminhada pela serra. A romagem ao cemitério, as cavalhadas e a actuação do Grupo Coral  “Seixal Vocalis” completam as iniciativas do dia. A Procissão das Velas e a missa antecipam a animação que começa com o Grupo Fado Lélé e as bandas “Brasil Dub” e “Não há 2 sem 3”.

O último dia das festas começa com missa durante a manhã e a tarde irá pôr frente a frente as equipas de seniores do Quintajense e do Zambujalense. A música continuará a marcar presença com o concerto do Grupo de Guitarras da SIM, o Quarteto de Conceição Silva e o concerto acústico com a Banda de Miguel Gameiro.

As celebrações contam com o apoio da Câmara Municipal de Palmela. A autarquia, recorde-se, atribuiu à Associação de Festas de Quinta do Anjo um apoio financeiro no valor de 3.500 euros e um apoio logístico estimado em 2.500 euros. Estes apoios foram aprovados, por unanimidade, na reunião pública do passado dia 16.

Comentários

- Pub -