Alunos e professores recolhem 150 quilos de lixo na Praia de Melides

35
visualizações

Depois de Melides, a próxima acção do programa de sensibilização ambiental, a decorrer no distrito, está prevista para o Seixal

 

- Pub -

A praia de Melides no concelho de Grândola foi alvo de uma acção de limpeza voluntária, realizada por alunos e professores da Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Grândola, membros da Universidade Sénior de Grândola e da Associação de Nadadores Salvadores local.

A actividade que teve como resultado a recolha de 150 quilos de lixo foi realizada no âmbito do programa “Mares Circulares”, uma iniciativa inserida no programa de Responsabilidade Social e Corporativa “Avançamos”, da estratégia de sustentabilidade que a Coca-Cola European Partners tem em curso até 2025.

Para realizar a actividade os participantes receberam formação sobre a problemática do lixo marinho e de como chega às praias, a importância da reciclagem e da separação correta de resíduos, a necessidade do consumo responsável e do investimento na economia circular.

Quanto à sensibilização ambiental como a coordenação da acção de limpeza foram da responsabilidade da LPN – Liga para a Proteção da Natureza, Organização Não Governamental parceira do projecto “Mares Circulares” em Portugal e contou com o apoio da Câmara Municipal de Grândola.

 

“Mares Circulares” até ao fim de 2019

 

Nas acções deste ano “Mares Circulares” já movimentou 2000 voluntários de norte a sul do país, incluindo ilhas. No distrito de Setúbal, para além da acção realizada agora em Grândola, outra acção realizada na praia de Galapos, na Arrábida, foi também alvo de grande sucesso.

Dentro da península está ainda prevista uma nova acção para 12 de Novembro, a realizar na Praia da Ponta dos Corvos, no Seixal.

Até ao final do ano, estão também previstas acções de limpeza de praia e de sensibilização ambiental noutros pontos do país. A 30 de Outubro é a vez de Matosinhos participar com uma acção na Praia do Aterro e dia 31 “Mares Circulares” chega à Praia de Salgueiros, em Gaia.

Em Novembro, para além do Seixal, o programa passa pela praia de Faro, no Algarve, a dia 7. E no dia 13 o destino é a Região Autónoma da Madeira, com uma acção na Praia do Porto Santo.

Mas este não é apenas um projecto de âmbito nacional. A sua acção chega até Espanha e contempla a limpeza de oitenta praias e ambientes aquáticos, num total de duzentos e setenta quilómetros de costa em colaboração com diversas ONG’s e com o contributo de milhares de voluntários de diversas instituições, associações e sociedade civil.

Um projecto global que, segundo a Coca-Cola European Partners, “contribuiu para uma mudança de mentalidade que permite criar soluções ambientalmente sustentáveis para o problema do lixo marinho, numa sociedade constituída por cidadãos mais informados e responsáveis”.

 

Frutos da reciclagem

O ano passado, durante a primeira edição do programa “Mares Circulares” foram retirados cerca de 800 quilos de lixo de seis praias portuguesas. Resíduos enviados para tratamento e reciclagem selectiva.

Como resultado do projecto, a Coca-Cola produziu este ano as primeiras garrafas no mundo fabricadas com material proveniente de plástico marinho e aptas para serem utilizadas em alimentação e bebidas.

As 300 garrafas apresentadas este mês em Londres utilizaram 25% de plástico reciclado proveniente de praias e fundos marinhos de Portugal e Espanha demonstram a capacidade das inovadoras e revolucionárias técnicas de reciclagem que permitiram transformar um plástico PET muito degradado em matéria-prima de alta qualidade.

Comentários

- Pub -