Leilão superou os 10 milhões de euros

30
visualizações

Numa sala lotada, com licitadores de mais de 38 países, todos os carros a leilão foram arrematados. Carros de todas épocas e para todas as bolsas originaram uma receita que superou as expectativas. O Sado 550 da Entreposto Setúbal valeu 6.900 e não defraudou as expectativas.

 

- Pub -

O primeiro leilão organizado pela RM Sotheby’s em Portugal, a venda da colecção Sáragga, pertencente a um único coleccionador, decorreu no dia 21 de Setembro sem valor de reserva. O resultado global, exacto, foi de 10.191.425 euros com todos os carros levados à praça a serem vendidos.

 

A coleção Sáragga foi leiloada em casa do seu proprietário, nas imediações de Alcácer do Sal, e centenas de compradores lotaram o espaço para garantir a presença nesta venda exclusiva. Dos licitantes presentes, um pormenor importante: 52%  nunca tinham sido clientes da RM Sotheby’s.

 

A estrela do leilão foi o Bentley 8-Litre Tourer, de 1931, um magnífico e imponente carro pré-guerra de passeio, uma jóia rara para qualquer colecção. Trata-se de um carro completamente restaurado e com documentação que atesta a sua incrível história e que provocou lances entusiasmados na sala até atingir o valor de 680.000 euros.

 

Mas não passou despercebido o preço final do Sado 550 de 1983, uma das 500 unidades produzidas na então Entreposto Comercial de Setúbal. 6.900 euros foi a final e definitiva oferta para um carro que tinha inicialmente um valor de referência entre 5.000 e 10.000 euros.  Alimentado por um motor Daihatsu AB20 de dois cilindros a gasolina, capaz de produzir 28cv e acoplado a uma transmissão manual de quatro velocidades, o Sado 550 era perfeito para as ruas estreitas de Portugal com uma largura de apenas 1.335 mm. Dos cerca de 500 exemplares este enquadra-se na primeira série de produção, caracterizada pelo pára-brisas plano.

 

Os Porsches foram também uma das sensações desta notável colecção, destacando-se o Porsche 911 Carrera RS 2.7 Touring, de 1973. Bem documentado, restaurado e na sua impressionante cor original Signal Orange, este carro de colecção chegou ao preço incrível de 602.375 euros

 

A colecção distinguiu-se por apresentar muitos carros com proveniência portuguesa e por isso atraiu muitos entusiastas do mercado local. É disso exemplo, um raro e atractivo Delahaye 135M Cabriolet by Chapron, de 1939, um carro entregue novo no showroom de Lisboa da Delahaye e aqui nas suas cores originais, vendido por 331.250 euros

 

O raro WD Denzel 1300, de 1955, um dos únicos 30 existentes, também de proveniência portuguesa, rendeu 314.375 euros. Outro carro notável que conquistou grande interesse pré-venda, foi o Mercedes-Benz 600 Sedan, de 1966. Exemplar único, com um tecto de vidro exclusivo feito de encomenda e uma carroceria construída por Henri Chapron, de Paris. Em Portugal desde 1972 e na posse do mesmo proprietário por 30 anos, o carro encontrou uma nova casa por 342.500 euros.

 

Outros carros Porsche da colecção incluíam o Porsche 911 Carrera RS, de 1992, com a pintura  Rubystone Red, modelo muito procurado e raro. Este clássico moderno atingiu uns impressionantes 241.250 euros, enquanto o 911 GT3 RS, de 2010, chegou aos 174.800 euros. O Porsche 356 B Roadster, muito bem restaurado, foi um lote que se destacou durante a sessão, atingindo 151.800 euros

 

Um lote que também alcançou um preço alto foi o Lancia Aurelia B24S Convertible, de 1956, que ficou nos 231.125 euros. Outros carros com valores dignos de registo por superarem as expectativas foram o Alpine-Renault A110 1300, de 1972, que arrecadou 195.500 euros, mais do dobro da estimativa mais alta, assim como o Amilcar CGS, de 1925, que dobrou a estimativa superior, conseguindo 100.050 euros.

 

Os 10 lotes mais caros do leilão:  
1 – Bentley 8-Litre Tourer (1931) € 680,000
2 – Porsche 911 Carrera RS 2.7 Touring (1973) € 602,375
3 – Mercedes-Benz 600 Sedan (1966) € 342,500
4 – Delahaye 135M Cabriolet (1939) € 331,250
5 – WD Denzel 1300 (1955) € 314,375
6 – Porsche 911 Carrera RS (1992) € 241,250
7 – Lancia Aurelia B24S Convertible (1956) € 231,125
8 – Alpine-Renault A110 1300 (1972) € 195,500
9 – Porsche 911 GT3 RS (2010) € 174,800
10 – BMW Z8 (2001) € 165,600

Comentários

- Pub -