Formação promove locais de trabalho saudáveis

184
visualizações

Vários especialistas vão estar num seminário no IEFP para dar a conhecer métodos e ferramentas para ajudar as pequenas empresas a melhorar a monotorização das condições de trabalho

 

- Pub -

 

 

O Instituto do Emprego e Formação Profissional, em Setúbal (IEFP), vai receber na próxima segunda-feira, dia 8, o seminário “Contribuir para Locais de Trabalho Saudáveis”, dirigido a micro e pequenas empresas, técnicos de saúde e profissionais da área de higiene e segurança no trabalho.
A decorrer no espaço do auditório, entre as 14h00 e as 18h00, este encontro é uma organização conjunta da ACT – Autoridade para as Condições do Trabalho, da Enterprise Europe Network e do IEFP de Setúbal, com apoio da Câmara Municipal.

“As micro e pequenas empresas debatem-se com problemas de monitorização das condições de trabalho, da consciencialização e da aplicação da segurança e saúde no trabalho, e muitas não dispõem de recursos ou de conhecimentos para realizar uma correta avaliação de riscos na construção de locais de trabalho saudáveis”, referem os mentores do encontro, que tiveram neste contexto motivo para o organizar.

Para reflectir sobre as respostas a estes desafios, vão intervir no seminário a inspetora-geral da ACT, Luísa Guimarães, e o diretor do Centro de Emprego e Formação Profissional de Setúbal, José Luís. Segue-se o primeiro painel de debate, onde será apresentada a ferramenta OiRA, destinada a encorajar as micro e pequenas empresas a gerir e avaliar os riscos nos locais de trabalho.

Para abordar a utilização e divulgação da OiRA a coordenadora do EU-OSHA – Ponto Focal Nacional da Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho, Emília Telo, a especialista Isabel Nunes, também em representação do EU-OSHA, e o embaixador da Enterprise Europe Network, Ricardo Ribeiro.

O seminário prossegue, às 16h10, com o painel sobre “Promoção da Melhoria das Condições de Trabalho”, moderado por Maria de Lurdes Gomes, da ACT, que conta com uma intervenção sobre obrigações legais em matéria de segurança no trabalho, por Ana Fernandes, da ACT.

Já a médica de saúde pública Lina Maria Hernández aborda as questões da vigilância da saúde dos trabalhadores e a engenheira sanitarista da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Cândida Pité-Madeira, apresenta a perspetiva daquela entidade em matéria de saúde no trabalho.

A sessão de encerramento, marcada para as 17h30, conta com intervenções do subdiretor da Unidade Local de Setúbal da ACT, Mário Rui Costa, da representante dos trabalhadores no conselho de administração da EU-OSHA, Vanda Cruz, e do diretor do Centro de Emprego e Formação Profissional de Setúbal, José Luís.

A inscrição no seminário, gratuita, deve ser feita até 7 de julho, através de um formulário disponível online, no link https://congressos.leading.pt/geral/inseririnscricao.aspx?evento=80&formulario=201.

Comentários

- Pub -