Núcleo Museológico da Igreja de Santa Maria aberto ao público

34
visualizações

Para além de ser um local de culto, a Igreja de Santa Maria do Castelo proporciona através do seu núcleo museológico um mergulho na história

 

- Pub -

 

A Igreja de Santa Maria do Castelo, na cidade de Alcácer do Sal, tem o seu Núcleo Museológico de Arte Sacra, aberto ao público de terça-feira a sábado, das 10h00 às 12h30. Com a entrada a um euro por pessoa, dá a saber a autarquia que este valor “reverte a favor da manutenção do jornal Voz do Sado, única referência da comunicação que se manteve no concelho e que a paróquia não quer deixar morrer”.

Inaugurado a 23 de dezembro de 2018, o museu reúne acervo litúrgico, paramentos, documentos, imagens religiosas e objetos diversos das paróquias de Santa Maria do Castelo, Santiago, Palma e Vale de Guizo, e levou cerca de nove meses a erguer a partir de salas vazias que existiam nesta igreja. “Teve um custo de quase 30 mil euros”, tendo a Câmara Municipal de Alcácer do Sal “atribuído um apoio financeiro de 15 mil euros para a concretização deste projeto”.

De acordo com o Padre Ricardo Lameira, responsável pela Unidade Pastoral de Alcácer do Sal, a ideia de criação do núcleo museológico surgiu aquando dos vários assaltos às igrejas de Palma e Santiago, tendo na altura surgido a necessidade de se pensar como iriam guardar as coisas. “Temos peças muito bonitas e toda a gente tem direito a vê-las”, referiu, destacando que o museu “é um espaço de evangelização e de encontros”.

A maior aventura apontada pelo pároco na concretização deste projeto “foi usar um espaço que já existia”, que teve de se “revestir de uma nova forma, sem destoar ou destruir o que estava”, além da dificuldade em dar a compreender à “localidade o que se estava a fazer”.

Comentários

- Pub -