Jovens setubalenses partem à aventura para África

93
visualizações

Gonçalo Rosa e Bernardo Barreto vão participar no UniRaid, um evento solidário que une 240 participantes oriundos de Espanha, França, Andorra e Portugal em terras africanas

 

- Pub -

 

Dois jovens setubalenses partiram na passada sexta-feira da Praça de Bocage para se juntarem a uma caravana automóvel internacional que vai percorrer o deserto de Marrocos durante nove dias com um objectivo solidário. Gonçalo Rosa e Bernardo Barreto seguem num Renault Twingo, com 24 anos, devidamente decorado com imagens turísticas de Setúbal, que exaltam a baía e a Arrábida, levando deste modo a nossa história e a nossa cultura ao continente africano.

A decisão de embarcar nesta actividade surgiu ano passado, ao assistir a notícias sobre o UniRaid, Gonçalo Rosa, com 20 anos, percebeu que no futuro esse seria um dos seus objectivos de vida: participar na próxima edição daquela aventura destinada a jovens estudantes e de cariz solidário.

Bernardo Barreto, com 21 anos, juntou-se depois a Gonçalo nesta aventura em que vão realizar uma viagem com mais de 2500 quilómetros, num país da África setentrional, pelo deserto, num carro com, a visitar comunidades locais para distribuição solidária de bens pelas crianças mais necessitadas, a resposta foi imediatamente afirmativa.

“Percebi logo que tinha que ser. Era a minha cara”, recorda Gonçalo Rosa, que apresentou junto de Bernardo, na passada sexta-feira o início desta aventura após um encontro com o vereador Pedro Pina, da Câmara Municipal de Setúbal.

Deste modo, Gonçalo e Bernardo formam a equipa “Os Areias”, patrocinada pelo município sadino entre outras instituições e empresas, que partiu a meio da manhã em direcção a Algeciras, Espanha, ponto de encontro da caravana internacional que vai aventurar-se por Marrocos a partir do dia 23.

“É com muito orgulho que a Câmara Municipal de Setúbal vê iniciativas como esta a projectar o nome do concelho pelo mundo”, frisou o vereador Pedro Pina.

O autarca sublinhou ainda que estas acções engrandecem ainda mais o nome do município “quando, como é o caso, se revestem de um espírito solidário desta natureza”.

“Os Areias” conseguiram recolher para a viagem cerca de 110 quilos em bens, entre material escolar, roupas e brinquedos, alguns deles cedidos através da autarquia, como apoio a distribuir pelas crianças das localidades marroquinas por onde vão passar, incluindo no deserto.

O UniRaid, projeto de origem espanhola e que conhece agora a oitava edição, apresenta-se como uma aventura educativa e de solidariedade, reunindo, este ano, cerca de 240 participantes oriundos de Espanha, França, Andorra e Portugal, país que está representado por 12 equipas.

O desafio consiste em equipas de dois elementos, jovens estudantes, a distribuírem um mínimo de 40 quilos de materiais escolares e outros bens por comunidades necessitadas no interior de Marrocos.

A viagem tem de ser feita em automóveis com mais de 20 anos de idade e tração a duas rodas.

Sobre o espírito solidário da aventura, Bernardo recorda que um dos motes do evento “é que para o Dakar são precisos muitos cavalos, mas no UniRaid são precisos é muitos amigos”.

Bernardo, aluno do curso superior de Engenharia Mecânica, admite que ainda não parou para pensar nos contrastes culturais que os aguardam no interior de Marrocos. “Quero ver é se o carro vai aguentar-se no deserto. Uma coisa é certa, vamos atolar. Só não sabemos se vai ser muitas vezes ou não.”

Comentários

- Pub -