Delegação do Seixal da Liga Contra o Cancro abre sede em Abril

31
visualizações

A sede da Delegação do Seixal da Liga Portuguesa Contra o Cancro vai receber as últimas obras de adaptação do espaço e deverá abrir em Abril com várias valências.

 

- Pub -

A Delegação do Seixal da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) deverá abrir instalações no concelho no próximo mês de Abril. O contrato de comodato foi assinado pelo presidente da Câmara e elementos da Liga no passado domingo, e prevê que durante 25 anos este espaço funcione como sede da delegação.

Para o edil Joaquim Santos este espaço, adquirido pela autarquia, tem uma excelente localização, pela sua centralidade, num concelho onde a demografia ultrapassa os 184 mil habitantes. O autarca realçou ainda o facto da Delegação Seixal da LPCC abrir a sede e reforçar o apoio à população num concelho que coordena a Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis.

A localização e a importância de dinamizar a delegação num concelho com centralidade geográfica foi também destacada pelo presidente do Núcleo Regional Sul da LPCC, Francisco Cavaleiro Ferreira, que esteve no acto de assinatura do contrato de comodato.

No terreno há cerca de dois anos e meio, os voluntários da Delegação do Seixal da LPCC tem vindo a participar em várias acções de informação em eventos promovidos, a maior parte deles, pela autarquia. Para José Eduardo Marques, um dos cinco coordenadores da delegação, “tem sido bastante importante a parceria que temos com a Câmara na área da prevenção primária”.

Só este ano lectivo, período que marca um dos ciclos de actividade da delegação, a campanha sobre prevenção primária já passou por 18 escolas, com 35 sessões que envolveram 64 turmas perfazendo um total de alunos de 1522, expõem números da delegação que tem já agendadas mais 30 sessões, em 53 turmas, para 1194 alunos.

Com a sede a funcionar na Rua Francisco Zambujal, 2-B, na Amora (junto ao Edifício Alentejo), a Delegação do Seixal, para além de José Eduardo Marques, é coordenada por Ana Tavares Marques, Isabel Dias Melo, Maria João Duarte e Sílvia Antunes Ferreira que têm nas mãos agendar e dinamizar as várias actividades, assim como a ligação com a estrutura nacional da LPCC.

Com 24 voluntários com formação dada pela liga e 27 previstos para entrevista e curso de formação, a Delegação do Seixal, direcionada para servir a população do concelho, começa com várias valências já na fase de abertura, como apoio social, psico-oncologia, apoio jurídico, fisioterapia, cabeleireiro, manualidades, reiky, yoga e concerto terapêutico cristal quartzo.

 

50 mil novos casos de cancro no ano passado

Os dados conhecidos referentes aos casos de incidência da doença oncológica nos concelhos de Almada e Seixal são de 2016 mas, refere José Eduardo Marques, mostram alguma tendência e preocupação.

Assim, naquele ano, foram registadas 888 mortes em que a incidência da doença oncológica nos homens foi na traqueia, brônquios e pulmão, próstata, cólon e recto.

Nas mulheres verificou-se que a incidência de cancro na mama, linfático e hematopoiético, e também cólon e recto.

A nível nacional, e já com referência a 2018, foram detectados 50 mil novos casos de cancro, sendo que entre 350 a 400 dos novos casos que surgem por ano são em crianças.

Os indicadores esclarecem ainda que 173 dos casos de doença oncológica são devido a baixa actividade física, consumo de tabaco, abuso de álcool, baixo consumo de frutas e vegetais e também elevado índice de massa corporal.

Comentários

- Pub -