‘Casa Dupó’ aposta na fabricação de vinho à moda antiga

143
visualizações

A aposentação de Manuel Pinto de Oliveira serviu de inspiração para apostar na fabricação do vinho pelos métodos tradicionais com a utilização de prensas de madeira e cubas argelinas.

 

- Pub -

A aposentação serviu para que Manuel Pinto de Oliveira e a mulher concretizassem um sonho antigo de recuperarem uma adega degradada, para a fabricação de vinhos de excelência usando métodos antigos.

As uvas oriundas dos 23 hectares de vinha são esmagadas e acondicionadas nas cubas de tipo argelino e prensas de madeira, na ‘Casa Dupó’ para criar vinhos de qualidade excecional, numa gama mais alta que contribua para a valorização dos vinhos da região.

O empresário vinícola residente em Setúbal explica “peguei numa adega profundamente degradada e criei a marca Dupó com produção de 160 mil litros de vinho tinto das castas Castelão, Syrah e Alicante Bouschet”. Num futuro a curto prazo, revela “iremos produzir vinhos brancos e estamos a concluir a sala de visitas e provas para avançarmos com a vertente do enoturismo”.

A ‘Casa Dupó’ localiza-se no centro da povoação de Fernando Pó onde é fabricado um vinho com teor alcoólico de 14,5 graus.

O executivo municipal presidido por Álvaro Amaro congratulou-se pelo investimento em mais uma adega, que “ressurgiu das ruínas para fabricar vinhos de excelência à moda antiga”.

Comentários

- Pub -