De Pinhal Novo à Jardia trinta anos depois do fim do comboio

134
visualizações

Troço de dois quilómetros já é usado por muita gente, mas abertura oficial é no Domingo

 

- Pub -

A Câmara Municipal de Palmela vai inaugurar oficialmente a 2º fase da ecopista em Pinhal Novo, no espaço do antigo ramal ferroviário de Montijo, que foi encerrado em 1989. A cerimónia está agendada para o próximo domingo, dia 10, às 9h30.

O troço, entre a zona da Urbanização Vila Serena e o entroncamento com a Estrada dos Quatro Marcos, na Jardia, fronteira dos concelhos de Palmela e Montijo, tem uma extensão de dois quilómetros e foi um investimento de 293 mil euros.

Em Setembro de 2014 a autarquia concluiu a 1ª fase da ecopista, com 1,6 quilómetros e que faz a ligação a sul, com a ciclovia de Val’Flores e a nordeste com a ciclovia da Vila Serena.

O troço, de Pinhal Novo à Jardia, é utilizado diariamente por centenas de munícipes, em grupo ou individualmente, de bicicleta ou a pé, a andar ou a correr.

A empreitada geral da ecopista, com um valor global de 350 mil euros, integrou ainda o arranjo paisagístico, mobiliário urbano, atravessamentos para acesso às propriedades e iluminação.

A ecopista integra a rede intermunicipal CICLOP7 e a obra foi cofinanciada no âmbito do Portugal 2020.

 

O Ramal de Montijo

 

O Ramal de Montijo era o troço ferroviário que ligava Pinhal Novo a Montijo, inaugurado no ano de 1908 e encerrado em 1989.

A via, partindo de Pinhal Novo, tomava a direção noroeste, contornando o limite urbanizado e, depois de descrever uma acentuada curva para norte e nordeste, seguia paralelamente à Rua Primeiro de Maio e à Estrada Nacional 252 (EN252), fletindo para noroeste já para lá da Jardia. Entrava em Montijo seguindo em paralelo a Rua Vasco da Gama, virando depois para oeste até atingir a estação ferroviária.

O ramal foi utilizado por composições de mercadorias para transporte de gado – essencialmente suíno – até à Estação do Montijo. A partir de 30 de Maio de 1933, a então Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses passou a transportar os passageiros em autocarros, ficando assim apenas duas composições diárias de mercadorias.

A ideia inicial era continuar a linha até Alcochete, mas acabou por ser encerrada em 1989.

 

Ecopista com abrigo para gatos

A Câmara de Palmela instalou um abrigo para gatos numa área perto da ecopista, junto à Urbanização Sul Ponte. O objetivo é garantir o bem-estar dos felinos que vivem em meio urbano. A iniciativa faz parte do projeto CED – Cuidar, Esterilizar, Devolver, que consiste na captura, esterilização, desparasitação e devolução dos gatos silvestres ao território de origem, onde passam a ter condições para viver em segurança.

 

 

AS VÁRIAS CICLOVIAS DO CONCELHO

Ciclovia da Urbanização Vila Serena

952 metros

Insere-se na área residencial da Urbanização Vila Serena, em Pinhal Novo, percorrendo toda a avenida Natália Correia e parte da avenida Alexandre Herculano

 

Ciclovia da Urbanização Val’Flores

1.350 metros

Tem início a Norte, na Avenida dos Ferroviários, junto à Rua do Revisor e próximo da linha do comboio. Termina, a Sul, na Avenida dos Ferroviários, na rotunda que dá acesso à Rua Dr. José Afonso.

 

Ciclovia da Rua Infante D. Henrique

470 metros

Rua 25 de Abril, Rua Gago Coutinho e Sacadura Cabra

 

Ciclovias da Urbanização Palmela Village

5.206 metros

Este conjunto de Ciclovias é parte integrante da nova Urbanização Palmela Village, situada na Freguesia da Quinta do Anjo. Trata-se de um complexo habitacional que envolve todo o Palmela Village Golf Resort. As Ciclovias ocupam várias artérias, do interior e da periferia da urbanização, interligando todo o espaço através de uma rede de vias cicláveis

Comentários

- Pub -