Nova praia do Barreiro chega em 2020

773
visualizações

Investimento de um milhão de euros permitirá ter uma nova praia, junto à Quinta Braamcamp

 

- Pub -

Os dias de temperatura amena ainda prometem ficar por algumas semanas, de acordo com as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera e, no Barreiro, a procura pela beira-rio continua a ser uma das preferências, com as praias do Circuito Ribeirinho do Barreiro a receberem centenas de pessoas.

No próximo ano a época balnear e o Circuito Ribeirinho trazem novidades. Uma nova praia vai nascer junto à Quinta Braamcamp, com a recuperação da segunda caldeira deste espaço.

O projecto tem estado guardado a sete chaves mas, segundo o vereador Rui Braga, “com a requalificação prevista para a Quinta Braamcamp, a Câmara Municipal do Barreiro irá avançar com este projecto paralelo que representa um investimento de 1 milhão de euros”.

 

“Um projecto fácil, pura economia”

 

Com a requalificação da Quinta Braamcamp num espaço que engloba habitação e uma unidade hoteleira, o vereador entende que é “essencial” trazer actividades paralelas que possibilitem “mais vida no espaço, para aqueles que ali vão viver e para quem vier visitar”.

Assim nascem zonas verdes, uma área polidesportiva e a nova praia. “Um projecto fácil, pura economia”, afirma Braga.

A requalificação da segunda caldeira existente na área da Braamcamp será feita tendo por base a defesa da água, “que actualmente está boa”. Depois em termos de obra será “apenas” necessário fechar a caldeira com uma comporta, levantar um paredão e preencher a frente com areia.

Na óptica de inovação e desenvolvimento económico do vereador responsável pelo Departamento de Planeamento, Gestão Territorial e Equipamentos este é “um paço em frente para conseguirmos conquistar mais uma ‘praia fluvial’ para a zona da Alburrica, que se tem revelado um espaço de eleição para os barreirenses no período de Verão e, também, para atrair cada vez mais visitantes de fora se queremos potenciar o turismo”.

 

Praias fluviais do Circuito Ribeirinho do Barreiro

 

Desde a Avenida da Praia, pelo Passeio Ribeirinho Augusto Cabrita, até ao Clube Naval com passagem pelos moinhos da Alburrica, terminando em Santo André, onde o areal deixa o Tejo para receber o rio Coina, as praias fluviais do Barreiro “podem ser o grande futuro do turismo num concelho situado frente a Lisboa, suturada pelos seus 7 milhões de turistas”, afirma Rui Braga.

 

Alburrica

 

A Praia fluvial da Alburrica situa-se na orla do Circuito Ribeirinho do Barreiro. Espaço onde se encontram três moinhos de vento: Gigante, Nascente e Poente.

 

Copacabana

 

Localizada no final da Rua de Maputo, em Santo André no Barreiro, a Praia Fluvial Copacabana representa uma zona ideal para passeio, com um quilómetro de costa devido ao extenso areal. Banhada pelas águas do Rio Coina estende-se desde o Pontão da Seca do Bacalhau – Bensaúde, até ao Parque Recreativo da Cidade do Barreiro.

 

Bico do Mexilhoeiro

 

O Bico do Mexilhoeiro ou Praia do Clube Naval é uma das praias fluviais que fazem parte do Circuito Ribeirinho do Barreiro.

Este espaço pode ser alcançado a partir de uma caminhada pelo passeio ribeirinho Augusto Cabrita, com vista privilegiada sobre Lisboa.

 

 

 

Requalificação da Alburrica e Braamcamp alavancada com moinhos

Um investimento de 400 mil euros e mais de um ano de obras resultaram na requalificação total do Moinho de Maré Pequeno e da área envolvente. No coração do Barreiro o espaço representa uma nova vida para a cidade, em especial para os moradores da Rua Miguel Pais.

O renovado Moinho de Maré Pequeno conta agora “a história dos moinhos do concelho, desde Alburrica a Coina” explica Rui Braga. Mas, para o vereador, o posicionamento deste equipamento vai além da história. Representa “um olhar diferente sobre a cidade”, na requalificação de um conjunto que inclui também os espaços exteriores envolventes.

Parte de um plano maior, a seguir à requalificação segue-se agora a recuperação de outro moinho de maré e dos moinhos de vento, articuladas com os grandes planos previstos para a Braamcamp, “para transformar a frente ribeirinha num espaço de excelência e um grande activo da economia local”.

Comentários

- Pub -