Plano de obras na rede viária em marcha

159
visualizações

O vereador Rui Braga garante que as obras viárias na vão afectar o início das aulas na Escola de Santo André e que, na segunda-feira, arrancam mais obras de asfaltamento e também outra rotunda

 

- Pub -

As obras na Avenida da Escola de Fuzileiros Navais, na Quinta das Canas, em Santo André, Barreiro, vão estar “terminadas amanhã”, afirma o vereador Rui Braga. Segundo o responsável pelo pelouro da Gestão e Ordenamento do Território, este prazo “não vai comprometer a abertura do ano lectivo na Escola de Santo André”, uma vez que as aulas começam na sexta-feira.

Esta intervenção vem na sequência de um novo espaço comercial do Lidl, tendo sido a Avenida da Escola de Fuzileiros Navais alvo de infraestruturas no subsolo, bem a construção de uma rotunda na intersecção desta avenida com a Rua Dom Afonso de Albuquerque e com a Rua São Tomé e Príncipe, na Freguesia do Alto do Seixalinho, Santo André e Verderena.

Inicialmente o prazo de execução estava previsto terminar hoje, mas ainda na semana passada em sessão de Câmara, o vereador Rui Braga anunciava esta quinta-feira como o dia de fim da obra, e afirmava “não haver informação que possa indicar atraso”.

Na mesma reunião, o titular da Gestão e Ordenamento do Território no Barreiro afirmou que já se circula na rotunda construída pela autarquia perto da Escola da Quinta da Lomba P2, no cruzamento da Rua Jornal Heraldo com a Avenida Afonso de Albuquerque, e está colocada a sinalização vertical e horizontal.

Entretanto, na próxima segunda-feira, o trânsito na Av. Mestre Manuel Cabanas, entre a Rua Sociedade Democrática União “Os Franceses” e a Rua da Amizade, vai realizar-se apenas num sentido norte/sul devido se a trabalhos na via.

Por sua vez vai ser interditada a circulação na Rua da Amizade, no troço compreendido entre a Av. Mestre Manuel Cabanas e a superfície comercial “Minipreço”, para a construção da rotunda da Avenida Mestre Manuel dos Santos Cabanas. Uma obra que tem um prazo de execução de 120 dias e irá implementar um novo nó rodoviário e subsequente arranjo urbanístico de toda a zona envolvente.

Em Fevereiro deste ano, o presidente da Câmara do Barreiro, Frederico Rosa, afirmava a O SETUBALENSE – DIÁRIO DA REGIÃO que o executivo socialista está decidido a requalificar a rede viária do concelho. Em 2018 foi feito um investimento na ordem dos 598 mil euros nesta conta do plano, que diz ter sido o “maior dos últimos cinco anos”. Este foi parte do planeamento da autarquia que, em dois anos, prevê um investimento de superior a 1,2 milhões de euros na recuperação da rede viária.

Comentários

- Pub -