PS dobra vantagem sobre a CDU

103
visualizações

No concelho do Barreiro,  a “almofada” dos socialistas aumentou 20,24% em relação à segunda força mais votada (CDU). PAN também subiu em todas as freguesias. PSD, com o terceiro pior resultado percentual no distrito, caiu para quarto lugar por troca com o BE

 

- Pub -

O Barreiro foi o segundo concelho do distrito de Setúbal onde o PS obteve maior votação em termos percentuais nas legislativas de domingo passado, que culminaram com uma vitória “rosa” nos 13 concelhos da região. Os socialistas triunfaram no concelho barreirense com 41,10% dos votos – melhor só mesmo em Alcácer (44,46%).

Estes dois concelhos foram, de resto, os únicos no distrito onde o PS ultrapassou a fasquia dos 40 pontos percentuais.

Com um crescimento de 5,3%, – passando de 15.448 para 16.018 votos –, os socialistas reforçaram o triunfo conseguido há quatro anos e deixaram a segunda força política mais votada no concelho, a CDU, a 20,24 pontos percentuais de distância – diferença que aumentou para o dobro, já que nas eleições de 2015 cifrava-se em apenas 10,16%. A CDU baixou de 25,64% (11.062 votos) para os 20,86% (8.131 votos) obtidos neste acto eleitoral.

Já o PSD – que há quatro anos concorreu coligado com o CDS, registando então 15,75% (6.795 votos) – caiu do terceiro para o quarto lugar por troca com o Bloco de Esquerda (BE), que obteve 11,95 pontos percentuais (4.657 votos) – em 2015 os bloquistas conseguiram 12,23% (5.279 votos). A queda dos social-democratas foi mais acentuada: a solo registaram agora 10,22% (3.985 votos), o que somado ao 1,79% (698 votos) do CDS representa, no conjunto, uma descida na ordem dos 3,74% (menos 2.112 votos). Foi o terceiro pior resultado do PSD no distrito em termos percentuais – só nos concelhos da Moita (9,15%) e de Alcácer do Sal (9,42%) é que os social-democratas tiveram menos do que no Barreiro.

O PAN, além dos socialistas, foi o único partido a subir na votação, passando de 1,78% (767 votos) para os 3,99% (1.554 votos).

BE ganha espaço ao PSD

O PS venceu nas quatro freguesias do concelho e, juntamente com o PAN, registou crescimento de votos em todas.

O BE teve um aumento ligeiro de votação em termos percentuais (0,15) na União das Freguesias de Barreiro e Lavradio, apesar de ter perdido 125 votos em relação a 2015, suficiente para se tornar a terceira força mais votada por troca com o PSD/CDS.

Na União das Freguesias de Alto do Seixallinho, Santo André e Verderena, o desfecho foi idêntico: os bloquistas, mesmo com uma perda ligeira de votos (em termos percentuais o resultado manteve-se), destronaram o PSD/CDS do terceiro lugar. A CDU perdeu votos (um total de 2.845) nas quatro freguesias do concelho.

O Barreiro foi o segundo concelho da região com menor taxa de abstenção (42,91%) – logo atrás de Alcochete (40,20%) –, inferior à média nacional (45,50%).

Comentários

- Pub -