Vitória Futebol Clube: Os 600 golos marcados na Taça de Portugal

44
visualizações
Giovanni Licciardello – Professor

No início deste ano lectivo, quando estava a meio de uma aula, uma das minhas alunas, a Beatriz, olhou para mim e inquiriu-me: “o professor sabe que o meu avô é o José Maria?”; ao que eu retorqui, surpreso: “José Maria? o grande José Maria, futebolista do Vitória?”.

- Pub -

 

A Beatriz anuiu, perante a minha estupefacção e alegria.

 

Logo lhe dei um grande abraço e um grande beijo, e a aula logo evoluiu para uma temática diferente, tendo imediatamente começado a falar do seu avô, mostrando imagens do seu desempenho nas finais da Taça, perante o silêncio total dos alunos.

 

O irmão mais velho da Beatriz, o Leonardo, também é aluno da nossa Escola Lima de Freitas.

 

O “avô” José Maria é uma figura lendária do Vitória Futebol Clube.

 

José Maria é o futebolista com mais jogos efectuados na história do Vitória (317), bem como o detentor do recorde absoluto de 91 golos marcados, feitos ainda não ultrapassados.

 

Natural de Luanda, chegou a Setúbal em Janeiro de 1963, iniciando aí 13 anos consecutivos no nosso Vitória.

 

Esteve nas onze campanhas europeias consecutivas entre 1964-65 e 1974-75, tendo marcado dois golos nas duas finais da Taça de Portugal ganhas pelo Vitória, em 1964-65 e 1966-1967.

 

O capitão da equipa de 1967, que ergueu a Taça, era Conceição, irmão de José Maria, tio-avô da Beatriz e do Leonardo, e outra das figuras lendárias do Vitória.

 

Pertencer a um clube com o historial, prestígio e dimensão desportiva do Vitória Futebol Clube, enche-me de satisfação e orgulho. Foi isso que disse aos meus alunos.

 

As minhas filhas mesmo antes de terem sido registadas, já eu tinha ido à gestão de sócio, fazê-las sócias.

 

A minha filha Leonor este ano irá receber o emblema correspondente aos 25 anos de associada do Vitória.

 

Relativamente à Taça de Portugal, li que o Vitória contava um total de 586 golos marcados nessa prova, estando, portanto, a quatro golos de atingir a marca de 600 golos.

 

No encontro realizado para a Taça de Portugal, com o Águias de Moradal, o Vitória marcou cinco golos, atingindo e ultrapassando essa marca mítica.

 

Numa lista liderada pelos três grandes, o Vitória é o sexto clube mais concretizador na competição, apenas ultrapassado no número de golos marcados por Benfica (1435), Porto (1161), Sporting (1122), Belenenses (721) e Guimarães (608).

 

O Vitória Futebol Clube atingiu por dez vezes a final da Taça de Portugal, tendo vencido por três vezes.

 

Ficam aqui os registos das três vitórias:

 

 

 

 

  • 1ª TAÇA DE PORTUGAL:
  • ÉPOCA: 1964/1965
  • LOCAL e DATA: Estádio do Jamor, 4 de Julho de 1965.
  • RESULTADO: Vitória, 3 – Benfica, 1
  • TREINADOR: Fernando Vaz
  • EQUIPA: Mourinho, Conceição, Torpes, Herculano, Carlos Cardoso, Jaime Graça, Augusto, Armando, Carlos Manuel, José Maria e Quim.
  • MARCADORES: José Maria, Jaime Graça e Armando

 

  • 2ª TAÇA DE PORTUGAL:
  • ÉPOCA: 1966/1967
  • LOCAL e DATA: Estádio do Jamor, 9 de Junho de 1967
  • RESULTADO: Vitória, 3 – Académica, 2
  • TREINADOR: Fernando Vaz
  • EQUIPA: Vital, Conceição, Leiria, Herculano, Carriço, Tomé, Vítor Baptista, José Maria, Guerreiro, Pedras e Jacinto João.
  • MARCADORES: José Maria, Guerreiro e Jacinto João

 

  • 3ª TAÇA DE PORTUGAL:
  • ÉPOCA: 2004/2005
  • LOCAL e DATA: Estádio do Jamor, 29 de Maio de 2005.
  • RESULTADO: Vitória, 2 – Benfica, 1
  • TREINADOR: José Rachão.
  • EQUIPA: Moretto, Bruno Ribeiro, Éder, Hugo Alcântara, Auri, Nandinho, Manuel José, Sandro, Jorginho, Ricardo Chaves, Meyong
  • MARCADORES: Manuel José e Meyong

 

São 601 golos marcados na Taça de Portugal. Motivo de satisfação, regozijo e orgulho.

 

VIVA O VITÓRIA.

Comentários

- Pub -