Segunda-feira, 30 de Março de 2020

A hora da política e dos políticos

O estudo ‘NUTS Península de Setúbal: Caminho para o desenvolvimento’, apresentado na semana passada – e amplamente divulgado pelo DIÁRIO DA REGIÃO, nas edições...

Transformações Sociais e Urbanísticas no Seixal: uma viagem pelo século XX...

Todos nós já ouvimos a expressão “estar nas suas sete quintas”. Diz a lenda que vários reis portugueses tinham sete quintas no território que...

Dos estaleiros navais à promoção do lazer e da preservação da...

Até meados do século passado, a economia da capital e das localidades ribeirinhas do estuário do Tejo assentava, em grande parte, no tráfego fluvial,...

Mundet – Uma fábrica transformada em museu, restaurante, arquivo e escola

Em 1905, a firma L. Mundet & Sons instalou a sua fábrica-sede na Quinta dos Franceses, na vila do Seixal. Proveniente da Catalunha, já...

Muxito – De empreendimento de luxo a ruína abandonada

“Vale de Gatos foi outrora refúgio de malfeitores e depois depósito de gatos vadios. Hoje é, sem dúvida, grito de progresso, bandeira de turismo...

JOSÉ RAFAEL: O Santuário da Atalaia e a Festa da Flor...

Empresário montijense faz balanço de 30 anos de trabalho

“A regionalização é um bom caminho e não é estranha aos...

NUNO MIGUEL COSTA Presidente da Junta de Freguesia de S. Sebastião Autarca comunista defende a criação das regiões administrativas por serem um “patamar importante” na...

PEDRO DOMINGUINHOS “Precisamos de um pacto territorial contra o insucesso escolar...

Reeleito para um novo mandato de quatro anos na presidência do Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), Pedro Dominguinhos, 46 anos, doutorado em gestão, faz uma “radiografia” à educação na região, que continua a  apresentar das mais elevadas taxas de abandono e insucesso escolar

MARTA BAETA Barreirense abraça crianças no maior bairro da lata do...

'De Kibera com amor’. A vida na cidade de lata com quase dois milhões de pessoas é um pouco melhor para 75 crianças graças à ajuda desta sonhadora de 29 anos, voluntária portuguesa no Quénia

EUGÉNIO FONSECA “A realidade instável na Autoeuropa é o que me...

Embora afastado há dois anos da Cáritas de Setúbal, Eugénio Fonseca continua a acompanhar a situação no distrito. Preocupa-o, sobretudo, o conflito laboral na Autoeuropa, pelo impacto social que poderia ter.
- Pub -
- Pub -