Sons ibero-americanos soltam-se na cidade de Setúbal

110
visualizações

A música Ibero-Americana vai ouvir-se em Setúbal num mega festival de 21 concertos de entrada gratuita. É a primeira vez que o EXIB Música está na cidade. Zeca Afonso é uma das personalidades homenageadas

 

- Pub -

 

 

Setúbal recebe pela primeira vez a mostra internacional de música Ibero-Americana. É o V EXIB Música que decorre de quinta-feira a sábado com espectáculos em vários palcos da cidade., São três dias com 21 concertos, de entrada livre, que juntam mais de uma centena de músicos do espaço Ibero-Americano que vão passar pela Praça do Bocage, Casa da Baía e Coreto da Avenida Luísa Todi.

“Este evento é a única plataforma na Europa especializado na música Ibero-Americana, que permite implementar um conjunto de acções ligadas à circulação deste tipo de música, em Espanha e Portugal, sempre com grande compromisso com a diversidade e identidade dos dois países”, comenta o vereador Pedro Pina, responsável pelouro da Cultura da Câmara de Setúbal.

Para o autarca, o EXIB Música é assim um “expo mercado com consciência e de grande cooperação e intercâmbio que permite assistir ao trabalho de valores emergentes e outros já confirmados, que não teriam a possibilidade apresentar a sua música fora do seu país”.

Depois de edições em Évora e Bilobau, a associação espanhola EXIB Música – Expo Iberoamericana de Música, escolheu Setúbal para realizar uma mostra que traz algumas condições novas; para além do número de participantes, será a primeira vez em será atribuído o Prémio da Música à melhor música ibero-americana, o que vai acontecer numa gala, às 20h30 de sábado, no Fórum Luísa Todi.

Nesta mesma cerimónia será prestada homenagem a dois vultos da música Ibero-Americana, José Afonso e à argentina Mercedes Sosa, sendo ainda atribuída a Menção Especial Diversidade a Manuel Obregón, pianista e compositor costa-riquenho. Será também entregue a Menção Especial Compromisso que reconhece o mérito do pianista, compositor e produtor musical brasileiro Benjamin Taubkin.

“Esta homenagem a Zeca Afonso tem especial significado pela forte relação que teve com Setúbal e também porque em 2019 assinala-se os 90 anos do seu nascimento”, refere Pedro Pina.

Nesta edição são ainda atribuídos o Prémio Impulso, que distingue o artista em destaque na edição 2019 do EXIB Música e o Prémio Artista, em homenagem ao artista independente ibero-americano que mais se destacou em 2018 e 2019, distinções a serem entregues pela REDPEM – Red de Periodistas Musicales de Iberoamérica.

O EXIB Música, que chega a Setúbal depois de contactos da organização com a Câmara Municipal, é no entender do vereador, “um evento que tem também a imagem de Setúbal”, uma cidade que “se constrói de forma inequívoca no mundo”. E realça “esta linguagem estreita da língua latina como momento agregador, e também com o Brasil”.

Apesar dos muitos músicos quer vão passar por espaços da cidade, o vereador da Cultura vinca que este “não é um festival massificado”, mas sim “um evento que valoriza o intercâmbio e compromisso de identidade”. Exemplo disso são “os 18 projectos musicais que vão estar em Setúbal terem sido selecionados, através de concurso, entre 400 candidaturas apresentadas à EXIB Música. Isto dá uma ideia do interesse de muitos projectos interessados neste modelo de festival”.

O programa do V EXIB Música, coorganizado com a Câmara de Setúbal, conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República, e o apoio da Organização de Estados Ibero-Americanos para a Educação, Ciência e Cultura e da CPLP, integra ainda o congresso, no Fórum Luísa Todi, que vai debater a cultura no desenvolvimento das cidades.

Comentários

- Pub -