Conferência nacional alerta para lixo marinho e microplásticos

42
visualizações

Presença do ministro do Ambiente, João Matos Fernandes e da ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, aguarda confirmação

 

- Pub -

 

Visto cada vez mais como um problema, o lixo marinho e os microplásticos são motivo de reflexão na segunda edição de uma conferência portuguesa, este ano a acontecer em Setúbal. O evento acontece entre 19 e 21 de Setembro, na Casa da Baía, e tem como objectivo encontrar soluções para o desperdício de plástico e para a redução do lixo marinho.

 

O programa da 2ª Conferência Portuguesa sobre Lixo Marinho e Microplásticos tem início pelas 09h30 com a intervenção da presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, e de representantes da Associação Portuguesa do Lixo Marinho e do MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente. A presença do ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, na abertura do evento está por confirmar.

 

O painel “Soluções Políticas e Sensibilização” dará, entre as 10h00 e as 13h00, uma sessão sobre as estratégias e os instrumentos a adoptar no combate ao lixo marinho. Também o lixo marinho presente nas praias do país e a “pesca por um mar sem lixo” irão ser discutidos. Em seguida, o tema é direccionado para a “Sensibilização: O Papel da Sociedade Civil”, no qual o destaque vai para os projectos Coastwatch e “Educação para o Desenvolvimento Sustentável e a Cidadania Global”.

 

Por sua vez, pelas 14h00, a conferência continua com o tema “do design ao uso”, garantido pelo painel “Economia e Sociedade: Aplicação de Soluções”, no qual as estratégias adoptadas para a utilização de plástico no sector do retalho alimentar e o ecodesign de produtos alternativos serão discutidos. Para terminar o dia, a sessão “a vida do fim de vida” traz ao evento reflexões sobre a reciclagem de plástico na economia circular, sobre a reutilização de produtos e, ainda, sobre a utilização dos ecopontos.

 

O segundo dia começa com a realização de um workshop de investigação, das 09h00 às 13h00, sobre os microplásticos. Da parte da tarde, pelas 14h30, decorrerá uma sessão garantida pelo painel “Investigação e Desenvolvimento de Soluções Inovadoras”, na qual serão apresentados projectos que utilizam alternativas ao plástico. A última discussão a acontecer na conferência tem como tema “Soluções para Deteção e Prevenção”, com os intervenientes a partilhar o seu conhecimento sobre o mapeamento de lixo marinho com recurso a drones de baixo custo e sobre o uso exclusivo de água da torneira.

 

A sessão de encerramento está marcada para as 18h00, na qual vão marcar presença representantes da Câmara Municipal de Setúbal, da Associação Portuguesa do Lixo Marinho e do MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente. A presença de Ana Paula Vitorino, ministra do Mar, ainda está por confirmar.

 

O evento promove, ainda, no dia 21, uma acção de limpeza na Praia de Albarquel, a acontecer entre as 09h00 e as 13h00. A iniciativa acontece no âmbito do Dia Nacional da Limpeza de Praias.

 

A 2.ª Conferência Portuguesa sobre Lixo Marinho e Microplásticos está integrada na Semana do Mar, evento a acontecer de 19 a 29 de Setembro, e é organizada pela Associação Portuguesa do Lixo Marinho. Conta, ainda, com o apoio Câmara Municipal de Setúbal, da Fundação para a Ciência e a Tecnologia e do MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente. A participação no evento requer uma inscrição, tendo um custo de 25 euros para estudantes e de 50 euros para a restante população. A entrada é gratuita para os sócios da Associação Portuguesa do Lixo Marinho.

 

Comentários

- Pub -