Câmara confirma novos parques de estacionamento para Luísa Todi e hospital

270
visualizações

Os três parques subterrâneos, a construir, vão ter mil lugares de estacionamento

 

- Pub -

A Câmara Municipal de Setúbal já encerrou o concurso público para a concessão do estacionamento tarifado na cidade, que inclui a construção de três parques de estacionamento subterrâneos, anunciados em 2019 e que, à partida, vão mudar a rotina de trânsito na Avenida Luísa Todi, a principal via da cidade, e no Hospital São Bernardo.
Na Central de Compras Públicas, o desfecho do concurso público ainda não foi anunciado, mas, em declarações a O SETUBALENSE, a presidente da autarquia, Dores Meira, confirma que já foi encontrado o vencedor do concurso e aguarda apenas o parecer da Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS), enquanto entidade parceira, uma vez que parte das zonas incluídas integram áreas sob administração portuária.

Após a publicação do resultado, todos os interessados têm cinco dias para apresentar reclamações. Findo esse prazo, a concessão é adjudicada à proposta vencedora, que a autarca não quis ainda identificar.

Quanto a datas para início de obra, Dores Meira espera que até ao final deste ano a transformação da Avenida Luís Todi já tenha sido iniciada.

Os três novos parques foram apresentados como complementares ao novo Interface de Transportes da Praça do Brasil e ao Plano Arrábida Sem Carros, e representam 880 novos lugares de estacionamento, entre a Avenida Luísa Todi e a zona do Hospital São Bernardo.

Estes equipamentos fazem parte de um plano da autarquia, para uma maior utilização dos transportes públicos por setubalenses e visitantes. Uma meta rumo à descarbonização e mobilidade sustentável, presente na estratégia nacional 2020-2030.

Na Avenida Luísa Todi, os dois estacionamentos vão ter capacidade para 600 lugares, sendo que um será construído ao meio da avenida, mais perto da Praça do Bocage, e o outro na zona poente, perto da saída para a Arrábida. O parque do hospital terá capacidade para 200 estacionamentos e ficará localizado próximo da praça de touros.
Ainda em 2019, quando o projecto foi apresentado em sessão pública de Câmara, ficou aprovado o regulamento geral de estacionamento tarifado na cidade, apenas com votos a favor da maioria CDU, com os vereadores do PS e PSD a votarem contra.

Na época o tema mereceu amplo debate. Um debate que pode regressar agora, quando o Hospital São Bernardo já colocou em vigor um tarifário de estacionamento e os lugares disponíveis na cidade ficam cada vez mais longe da gratuitidade.

Comentários

- Pub -