Conferência pelos 40 anos do IPS traz oradores de primeira linha

36
visualizações

As respostas do ensino superior aos desafios futuros da sociedade e mercado de trabalho, e a internacionalização do Instituto Politécnicos de Setúbal estão entre os temas da Conferencia organizada nos 40 anos desta instituição ministra dos saberes

 

- Pub -

O Instituto Politécnico de Setúbal está a comemorar 40 anos e, entre as iniciativas para assinalar o trabalho da instituição, está o 2.º Congresso IPS que se realiza na próxima quinta e sexta-feira nas instalações do próprio instituto. Entre as mais de duas dezenas de especialistas na área da educação e ensino estará António Sampaio da Nóvoa, actual embaixador de Portugal na Unesco.

Para a direcção do IPS, este evento que traduz o conceito de um organismo de ensino público “ao serviço da região e do saber”, é um dos pontos altos das comemorações deste ano que “pretende ser uma oportunidade de mostrar publicamente o trabalho desenvolvido pelo IPS ao longo destas quatro décadas, ao mesmo tempo que se assume como uma reflexão global sobre as instituições de ensino superior (IES) no seu duplo papel de centros de conhecimento e de agentes de desenvolvimento das regiões e do país”.

 

Sampaio da Nóvoa é um dos conferencistas

 

Organizado em quatro sessões e três conferências principais, o congresso tem abertura marcada para as 09h30, no auditório nobre do IPS (edifício ESCE/ESS), sendo abordados como grandes temas “O ensino superior e os desafios da sociedade do futuro”, “A oferta formativa e o mercado de trabalho”, “Avaliação e perspectivas da internacionalização no IPS” e “As IES, alavancas de desenvolvimento sustentado”.

Docente universitário com quase quatro décadas de carreira, António Sampaio da Nóvoa, reitor honorário da Universidade de Lisboa, é o conferencista convidado para falar sobre o “Contributo da educação para o desenvolvimento da sociedade”, pelas 11h50 de sexta-feira.

Helena Nazaré, presidente do Conselho Coordenador do Ensino Superior, vai abordar “O papel do Ensino Superior na sociedade do futuro”, às 10h00 do primeiro dia do Congresso, enquanto Mário Vale, do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa, irá apresentar uma reflexão sobre “O papel das IES no desenvolvimento do conhecimento e das regiões”, será no segundo dia às 09h00.

Antes da sessão de encerramento, que estará a cargo do presidente do IPS, Pedro Dominguinhos, está prevista pelas 14h30, no átrio da Escola Superior de Tecnologia de Setúbal, a visita a uma exposição concebida para apresentar à comunidade o trabalho desenvolvido pelo IPS em termos de produção pedagógica, científica, tecnológica e de projectos em parceria com a região.

Comentários

- Pub -