18 Janeiro 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Setúbal "201 dias de espera para consulta de Oftalmologia chocam com promessas do...

“201 dias de espera para consulta de Oftalmologia chocam com promessas do PS” diz PSD

Nuno Carvalho ataca PS dizendo que “se as contas do país não incluem a saúde dos portugueses, não são contas certas”

 

- PUB -

O PSD iniciou ontem um “roteiro pela saúde” com uma visita à direcção do ACES Arrábida, onde o cabeça-de-lista pelo distrito confirmou a “preocupação pelo estado dos serviços de saúde na cidade e na região”, informou a candidatura social-democrata em comunicado enviado ontem.

Segundo o partido, os dados recolhidos indicam que o número de médicos de família do ACES Arrábida continua “abaixo do necessário e muito distante da promessa do governo de 97% de utentes com médico de família”. Os exemplos apontados são as unidades de saúde de São Sebastião, em Setúbal, com uma taxa de 45,4% de utentes sem médico de família, da Venda do Alcaide, em Palmela, com 99,8%, e a do Bairro dos Marinheiros, na Quinta do Conde, com 100%.

“São números assustadores e que provam que não há investimento na saúde que na realidade as cativações são a nova forma de ter um défice que não está nos cofres do Estado nos serviços do Estado”, afirma Nuno de Carvalho.

- PUB -

O cabeça-de-lista do PSD pelo distrito de Setúbal diz que “o investimento nas infraestruturas é parco, sendo que algumas unidades deste ACES se encontram no limite da sua operacionalidade e de resposta aos seus utentes”, e acrescenta que “as próprias acessibilidades destas estruturas são deficientes, muitas não prevendo acessibilidade a utentes com mobilidade reduzida”.

“Outra preocupação” apontada pelos social-democratas são as listas de espera para as consultas nos diversos hospitais da região. “Há atrasos em varias  especialidades, com tempos de espera assustadores”, dizem, apontando como exemplo o Centro Hospitalar de Setúbal, onde a “consulta de Oftalmologia tem 201 dias de espera e 4.540 doentes inscritos”.

Nuno Carvalho conclui que a situação é identica ao que se passa com o passe social, nos transportes públicos. “Tal como nos transportes públicos, nos hospitais os serviços estão esgotados e o PS insiste no mesmo tipo de promessas, impossíveis de cumprir. O Governo PS primeiro promete e depois descobre que não pode cumprir. No limite só conseguem sobrecarregar o serviço que neste momento já não dá resposta.”, afirma.

- PUB -

O candidato do PSD chega à conclusão que “estes dados chocam com as afirmações do PS sobre o investimento na saúde e com as promessas presentes no seu programa eleitoral” de onde destaca “o vale de pagamento de óculos a todas as crianças e jovens até aos 18 anos e pessoas com mais de 65 anos”.  Nuno Carvalho sustenta que “essa medida não é conciliável com o actuais tempos de espera para a especialidade de oftalmologia, sendo assim ineficaz e impraticável”.

Para o cabeça-de-lista laranja, “o PS não reduziu o défice do Estado,  porque no lugar de contas deficitárias temos agora serviços públicos deficitários.  Se as contas do país não incluem a saúde dos portugueses, então não são contas certas.”.

- PUB -

Mais populares

Covid-19 obriga Hospital de Setúbal a activar pela primeira vez nível vermelho de Crise ou Catástrofe

Administração assume em circular normativa que estrutura para atender infectados dá sinais de completa saturação   A administração do Hospital de São Bernardo, em Setúbal, activou...

Apreendidos mais de 330 quilos de pescado em Sesimbra. Valor ultrapassa 4600 euros

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR, por intermédio do Subdestacamento de Setúbal, apreendeu ontem mais de 300 quilos de pescado, em Sesimbra, numa...

Empresa de transportes da Área Metropolitana de Lisboa entra em funcionamento no dia 17

A empresa de Transportes Metropolitanos de Lisboa (TML), que irá gerir o serviço de transporte rodoviário público na Área Metropolitana de Lisboa (AML), vai...
- PUB -