Novo Capitão do Porto e Comandante da Polícia Marítima assume funções com “elevada motivação”

91
visualizações

Comandante Luís Nicholson lavrador despede-se de três anos no cargo, lembrando importância do diálogo numa função essencial para “estabelecer pontes”

 

- Pub -

Alcobia Portugal é o novo Capitão do Porto de Setúbal e Comandante da Polícia Marítima. Natural de Tomar, Alcobia Portugal comandou em 2013 e 2015 o Navio Escola Sagres, data em que assumiu o cargo de 2º Comandante da Escola de Tecnologias Navais. Agora ocupa o lugar de Luís Nicholson Lavrador, que na cerimónia de entrega do cargo de comandante, lembrou a importância do diálogo para chegar a entendimentos. “A nossa área de actividade é muito provavelmente a mais heterogénea e diversificada que podemos encontrar em Portugal, onde primam interesses, vontades e sensibilidades que exigem elevado índice de ponderação e rigor na análise”, refletiu Luís Nicholson Lavrador, que aponta à Autoridade Marítima Nacional como a melhor entidade para “estabelecer pontes e entendimentos”. O comandante cessante considerou mesmo que nos três anos de trabalho, “foi fundamental o contacto com todas as entidades que exercem no domínio marítimo para atingir os objetivos”. “Conciliar as vontades das várias comunidades, contribuindo para que todos possam exercer a sua atividade em segurança, é uma das metas que tentamos atingir diariamente”.

Alcobia Portugal assumiu ter a noção bem clara do desafio que o espera e garantiu desempenhar o cargo com elevada motivação e determinação, lembrando ainda o momento em que o Navio Escola Sagres esteve em Setúbal para a celebração do Dia do Mar em 2014, sendo ele o comandante nessa altura. “Relembro com especial emoção de cada vez que olho para a linda baía do Sado, a abarcação e estadia naquele cais dum navio tão especial e a forma como fomos recebidos perante a comunidade”, referiu Alcobia Portugal.

Em 1995, Alcobia Portugal especializou-se em Hidrografia, tendo nas Brigadas Hidrográficas exercido o cargo de adjunto do Chefe da Brigada e liderando diversas missões hidrográficas no Continente e Ilhas. Hoje, pretende encontrar no trabalho em equipa com todas as entidades com responsabilidades no domínio marítimo a solução para a solução de problemas. “Se o anterior Capitão do Porto pôde contar com todos, também eu irei solicitar essa entreajuda e estar disponível para dar continuidade ao relacionamento existente”.

Alcobia Portugal admitiu que as exigências dos cidadãos são cada vez maiores, assumindo-se assim como um dos desafios a ter em conta para os próximos anos. “As solicitações dos cidadãos são cada vez maiores, sendo necessária dar resposta atempada a qualquer situação”, prosseguiu o novo Capitão do Porto de Setúbal. Casado e com um filho, Alcobia Portugal tem grande interesse pessoal por vela, desde os tempos de cadete. Realizou regatas costeiras e oceânicas no NRP Vega, tendo em 1995 desempenhado as funções de 3º oficial numa viagem de instrução daquele veleiro.

 

Caraterísticas diversas da área de competência implicam maiores cuidados

 

Luís Nicholson Lavrador classificou a área de domínio marítimo de Setúbal como bastante complexa e descreveu o que a torna dessa forma. “A norte, em Sesimbra, há uma lagoa com caraterísticas muito próprias”. “Depois temos um parque natural marinho, dois portos de mar com grande industria de pesca associada, três marinas, um estuário reserva natural que se assume como uma das principais atrações turísticas nacionais, o maior estaleiro nacional, uma base da marinha, 20 milhas de rio navegável com atividade piscatória, 33 concessões balneares, explorações de aquacultura e enorme tráfego de recreio e de navios de contentores”.

Comentários

- Pub -