Joana Mortágua volta a encabeçar lista por Setúbal

112
visualizações

Depois de ter conseguido segurar os votos no BE nas últimas Legislativas após o mau resultado de 2011 com Mariana Aiveca, a Mesa Nacional volta a confiar em Joana Mortágua. A deputada está a revelar-se um peso pesado na política, e reconhece que tem mostrado trabalho pelo distrito

 

- Pub -

 

 

A Mesa Nacional do BE decidiu que Joana Mortágua volta a encabeçar a lista das Legislativas pelo círculo de Setúbal. O anúncio feito por Catarina Martins indicia que a estrutura volta a confiar na deputada que também liderou a lista do partido por Almada nas duas últimas autárquicas.

Joana Mortágua, de 32 anos, que no Parlamento tem-se dedicado aos dossiers da Educação, foi eleita por Setúbal com Sandra Cunha nas Legislativas de 2015, tendo conseguido 55 276 votos expressos, o que deu uma percentagem de 13,05% e ser a quarta força política mais votada no distrito, onde o PS venceu, seguido do PSD e PCP.

Para Joana Mortágua, a Mesa Nacional ter voltado a apontar o seu nome é entendido como “sinal de confiança”, reconhecendo o trabalho desenvolvido no distrito e, particularmente, em Almada com expressivos resultados eleitorais como cabeça de lista nas autárquicas. Aliás, esta é a terceira vez que integra as listas por Setúbal.

Os votos no BE em 2015 expressaram um salto eleitoral do partido na região depois de nas Legislativas de 2011 ter sofrido uma quebra significativa. Na altura, com a lista liderada por Mariana Aiveca, foi o quinto mais votado, e apenas elegeu a própria cabeça de lista; ficou-se por quase metade dos votos conseguidos quatro anos depois.

Aliás, pode-se considerar que 2011 foi um mau ano eleitoral para o BE no distrito, pior só mesmo no sufrágio de 1999 quando surgiu a formação política Bloco de Esquerda liderada, a nível nacional, por Francisco Louçã. Em Setúbal os bloquistas ficaram-se por 3,54% e não elegeram nenhum deputado por este círculo eleitoral. Em 2002 começaram a subir a votação e passaram para os 4,62%, com 18 228 votos expressos, mais quase 4500 que no ano de estreia nas urnas, mas ainda não deu para eleger representantes para o Parlamento.

O melhor resultado obtido pelo BE nas legislativas em Setúbal foi em 2009, quando a lista encabeçada por Fernando Rosas, seguido de Mariana Aiveca, foi a quarta mais votada, com 14,02%. Os mesmo dois nomes já tinham sido eleitos em 2005 conseguindo mais do dobro dos votos do que no sufrágio anterior, tendo subido para os 10,24%.

Dos outros nomes da lista por Setúbal às Legislativas de Outubro sabe-se apenas que o número dois volta a ser Sandra Cunha, a composição só será revelada mais tarde, não havendo ainda data definida.

Entretanto já é sabido que Moisés Ferreira volta a ser cabeça de lista do partido às Legislativas pelo círculo eleitoral de Aveiro, por Braga avança o professor de 58 anos José Maria Cardoso, depois de Pedro Soares ter decidido não se recandidatar. O cabeça de lista pelo círculo da Europa será Tiago Pinheiro que está emigrado em Londres, no Reino Unido.

De acordo o partido, a Mesa Nacional tem de aprovar um quinto dos membros de cada lista, nomes que são propostos pelas Assembleias Distritais, sendo que os restantes nomes das listas serão definidos por estes órgãos.

O BE estima que o processo de definição dos candidatos às Legislativas fique fechado em 06 de Julho, data para a qual está agendada nova reunião da Mesa do partido, órgão máximo entre convenções.

Comentários

- Pub -