Misericórdia com resultado líquido de quase 40 mil euros

25
visualizações

Provedor Cardoso Ferreira reafirma que Santa Casa “está bem e recomenda-se”

 

- Pub -

A Santa Casa da Misericórdia de Setúbal registou um resultado líquido de 39.607,58 euros no exercício de 2018, durante o qual conseguiu ainda uma redução do passivo, informou a instituição, após a Assembleia-Geral em que as contas foram aprovadas.

“Estes resultados significam a consolidação da solidez estrutural das finanças da Santa Casa da Misericórdia de Setúbal. É mais um ano, a seguir a outros que o antecederam, com resultados positivos, depois de uma situação calamitosa há 16 anos com 500 mil contos (2,5 milhões de euros) de dívidas”, sublinhou o provedor, Fernando Cardoso Ferreira, depois de o Relatório de Gestão do exercício ter sido aprovado com apenas duas abstenções.

No final da Assembleia-Geral realizada na quinta-feira, Cardoso Ferreira acrescentou que a instituição está financeiramente sólida.

“Estamos todos com a consciência de que foi cumprido um dever e que a Misericórdia está bem, económica e financeiramente, e se recomenda. É um resultado que nos dá tranquilidade a nós e a todos os irmãos, utentes e trabalhadores, porque a Misericórdia continua com enorme solidez do ponto de vista económico e financeiro”, disse.

Sobre o facto de o resultado líquido de 2018 ser inferior ao do ano anterior, em cerca de 91 mil euros, o provedor explicou que uma das razões é o aumento do salário minino.

“É evidente que o resultado foi inferior ao do ano passado, que foi um resultado francamente positivo, e isso deve-se, como foi explicado perante os irmãos, que compreenderam claramente, ao último aumento do salário mínimo nacional, que significou para a Misericórdia 70 mil euros a mais em encargos salariais. Depois, somando a isso algumas obras urgentes que tivemos de fazer encontra-se facilmente a diferença entre o ano passado e este ano”, vincou o provedor.

Comentários

- Pub -