Santa Casa da Misericórdia junta comunidade setubalense em festa de Natal

57
visualizações

A maior sala de espectáculos da cidade de Setúbal, o Fórum Municipal Luísa Todi, foi palco da celebração do bem-fazer da instituição setubalense

- Pub -

O Fórum Municipal Luísa Todi recebeu a Festa de Natal da Santa Casa da Misericórdia de Setúbal, reunindo utentes, familiares, colaboradores e várias entidades e instituições do sector social e solidário do concelho para festejar em conjunto a alegria do Natal e a partilha do ano inteiro.

Este é um momento de grande solidariedade, é o reconhecimento também do trabalho que nós temos vindo a fazer com os nossos idosos. Como sabem, as valências mais significativas que temos hoje são de apoio e prestação de serviços a idosos mas também já temos uma posição forte na área da saúde, que foi a área do começo das misericórdias no nosso país, há mais de quinhentos anos”, começou por dizer Fernando Cardoso-Ferreira, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Setúbal, agradecendo aos técnicos e trabalhadores da instituição.

“Todos os navios têm uma ponte de comando, mas se depois nos diversos decks não tiverem quem vá executando as ordens que do comando vão sendo emanadas para que o navio siga no rumo certo não é possível fazer nada. E tem sido esse trabalho dos técnicos, dos colaboradores, dos ajudantes de lar e dos trabalhadores dos serviços gerais que tem formado uma equipa fantástica na Misericórdia, que a tem feito crescer e projectar a sua imagem como entidade credível e capaz de resolver os problemas daqueles que mais necessitam.”, disse.

O provedor da Santa Casa da Misericórdia de Setúbal agradeceu ainda às instituições presentes no evento, nomeadamente a Diocese de Setúbal, União das Freguesias de Setúbal, Junta de Freguesia de São Sebastião, Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal, Capitania do Porto de Setúbal, Polícia de Segurança Pública, Bombeiros Sapadores de Setúbal, Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Setúbal, Liga Portuguesa Contra o Cancro, Casa dos Professores, LATI, Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação de Setúbal, Socorros Mútuos, Associação Bem Fazer de São Paulo, INATEL, Academia Luísa Todi, que mostrou o trabalho desenvolvido com as crianças logo no início do espectáculo, Universidade Sénior de Setúbal, Lions Clube de Setúbal, Ordem dos Advogados de Setúbal, Montepio Geral, Millennium BCP, o Conselho Vitoriano do Vitória Futebol Clube, os parceiros Farmácia do Monte Belo e jornal O Setubalense/Diário da Região, e as misericórdias de Sines, de Grândola, de Sesimbra e do Barreiro, que também marcaram presença no evento.

Aquilo que celebramos hoje é a solidariedade, é a presença das misericórdias ao longo dos anos, que foram capazes de se adaptar ao longo dos anos às dificuldades que foram surgindo. Hoje o maior desafio para que a Santa Casa da Misericórdia de Setúbal se está a preparar é realmente o futuro”, continuou, reforçando a importância de “melhorar os serviços que prestamos face às necessidades de hoje mas também de começar a projectar já que tipo de serviços para as necessidades futuras que já se vão antevendo”.

É neste sentido então que surge o slogan “estamos a preparar o futuro”, presente durante a apresentação inicial da festa, que arrancou com a actuação de alunos da Academia de Música e Belas Artes Luísa Todi.

Presente no evento esteve também o vigário-geral da Diocese de Setúbal, Padre José Lobato, em representação do bispo de Setúbal, D. José Ornelas Carvalho, e disse que temos hoje “uma humanidade doente” mas “ao consultarmos as escrituras encontramos, em épocas muito antigas, situações idênticas em que já se dizia que a última palavra não é a destruição, não é a guerra, não é a violência nem o ódio. A última palavra é o amor, é a misericórdia”.

O vigário partilhou, de seguida, uma lenda de Natal com a plateia, terminando o seu discurso com votos de um santo Natal para todos.

Ao longo da tarde, muita foi a animação apresentada. Entre momentos musicais e de teatro, com a Academia Musical Luísa Todi, com a encenação de Natal “O Nascimento de Jesus”, por utentes e colaboradores do Lar Dr. Francisco Paula Borba, com Deolinda de Jesus a cantar e a homenagear o Vitória, a cidade e a apresentação o seu novo tema “Travo de Sal”, com a “Lenda da Vela Acesa”, por Sofia Bispo, com utentes e colaboradores do CAID – Centro de Apoio a Idosos Independentes, com a apresentação teatral e musical do Lar Acácio Barradas e com os Amigos do Xico da Cana e o Jorge Nice, houve ainda lugar para a declamação de poesia pela “Dona Odília” e para a distinção, com a entrega de prémios, a utentes e colaboradores da instituição que diariamente usufruem e participam no bem-fazer.

Inês Antunes Malta

Comentários

- Pub -