26 Janeiro 2021, Terça-feira
- PUB -
Início Local Novo lar residencial da APPACDM Setúbal mais próximo da concretização

Novo lar residencial da APPACDM Setúbal mais próximo da concretização

A APPACDM Setúbal – Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental espera, em 2019, estar a lançar as primeiras pedras para a construção do seu novo lar residencial, com o apoio da autarquia e do Governo central

 

- PUB -

A Câmara Municipal de Setúbal aprovou, em reunião pública, a cedência do direito de superfície de uma parcela de terreno no Monte Belo à APPACDM de Setúbal para construção de um edifício com valências de cariz social. Uma parcela de terreno com 2 208 metros quadrados destinada à edificação de um lar residencial e centro de actividades de apoio da APPACDM de Setúbal.

Professor José Salazar, presidente da direcção da APPACDM Setúbal – Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental, em declarações a O SETUBALENSE-DIÁRIO DA REGIÃO comentou que, a renovação da cedência do terreno representa a possibilidade de dar continuidade a este projecto. “Um projecto que permitirá prestar valência de lar residencial a 30 utentes e 35 em regime de Centro de Actividades Ocupacionais. Neste caso o que designamos por CAO1, que neste momento está a funcionar em instalações cedidas e com a concretização deste projecto teria um espaço próprio, com melhores condições”.

Sobre a questão dos equipamentos da APPACDM de Setúbal, José Salazar destaca ainda, “nós [APPACDM Setúbal] estamos a recorrer a equipamentos de fora da região para responder às nossas necessidades, pelo que a construção desta nova valência é cada vez mais premente”.

- PUB -

Uma aposta que o professor encara com bastante positividade referindo que “da parte da delegação da Segurança Social de Setúbal a aposta em equipamentos de resposta à deficiência é prioritária”.

 

Investimento de 2 milhões de euros

- PUB -

 

José Salazar afirma que, “neste momento o projecto de arquitectura do novo lar residencial já está concluído e aprovado. Esse ciclo já se encontra fechado”. O próximo passo será “o financiamento total”.

Ainda está em avaliação quanto custará a excussão do projecto. “Algo que, estimamos, rondará cerca de 2 milhões de euros, dos quais a APPACDM Setúbal comportará entre 30 a 40%”. Quanto ao início da construção “esperemos que avance durante 2019”.

Da parte do Governo central a APPACDM espera a abertura de um programa para o financiamento de projectos semelhantes, “com apoios a novas valências para resposta a problemáticas ligadas com a deficiência, como a construção deste novo Lar Residencial”.

Uma espera que vai ao encontro de uma proposta avançada pela secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, durante a visita realizada em Abril, à APPDA (Associação Portuguesa para as perturbações do desenvolvimento e Autismo) e ao novo Balcão da Inclusão do Centro Distrital da Segurança Social de Setúbal. José Salazar recorda que nessa época foi referido que “o Governo estaria a preparar um conjunto de respostas sociais para pessoas com deficiência, através de um novo programa para financiamento de equipamentos”.

- PUB -

Mais populares

Bombeiros do Montijo recebem quase 9.500 euros

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Montijo vai receber 9.499,99 euros da Câmara Municipal para a aquisição de equipamentos de protecção individual. O executivo...

Pandemia obriga Agrupamento de Escolas Lima de Freitas a suspender aulas presenciais em 20 turmas

No espaço de três dias duas das grandes escolas de Setúbal viram-se obrigadas a tirar turmas de aulas presenciais. O fecho das escolas ganha...

Covid-19. Hospital de São Bernardo recebe estruturas de apoio do INEM

Tendas colocadas no parque de estacionamento do Hospital de São Bernardo, não vão ser utilizadas como hospital de campanha, mas sim para apoio complementar...
- PUB -