Largadas de touros são prato forte

21
visualizações

Espectáculos com conhecidos artistas, bandas famosas e, a não perder, Los Cavakitos. Folclore, tasquinhas, a indispensável feira e festa da rija

 

- Pub -

As Festas Populares de Paio Pires começam amanhã e prolongam-se até domingo. São os únicos festejos do concelho de Seixal que tem como prato forte as largadas de touros, que acontecerão em todas as jornadas quando os ponteiros dos relógios se aproximarem da meia-noite, ou estiverem já em movimento depressivo.

Todavia, o programa, que tem início com a banda de percussão Tocá Rufar, oferece muitos outros pontos dignos de interesse, como o festival de grupos corais, habitualmente com muitos apaniguados por estas bandas. Realce, também, para o VI Festival Sons da Aldeia. São cabeças de cartaz os Tranz-It, que, lembre-se, alcançaram um 3.º lugar num Concurso de Música Moderna do Rock Rendez-vous, e os The Black Koi, legítimos representantes da nova geração do rock.

O programa integra ainda os Banza, no dia 2. Este grupo musical alentejano, fundado em 1981, não precisa de grandes apresentações, seja na região, no país ou além-fronteiras. Saldaram-se em indesmentíveis êxitos as suas actuações fora de portas, como na Suécia, Tunísia, Suíça, Canadá ou Bélgica.

No sábado, pelas 21h30, as atenções concentram-se no 37.º Festival de Folclore do Concelho do Seixal, que convocou o Grupo de Folclore Estrelinhas do Sul, de Paio Pires, o Rancho Folclórico Danças e Cantares de Campanhã, o Rancho Folclórico do Azinhal, de Castro Marim, o Rancho Folclórico de Cabeção, de Mora, e o Rancho Folclórico de São José da Lamarosa, de Coruche.

Domingo, dia derradeiro, depois da procissão em honra da N. Sra. da Anunciada, que se põe a caminho às 17h45, pisarão as ruas de Paio Pires os Karma Drums, outra jovem banda de percussão que reforça os seus créditos após cada apresentação pública.

Festas fecham com chave de ouro com Los Cavakitos, que se estrearam ao vivo em 2015. Trata-se de um conjunto que se consagra à cultura e música Mariachi. Levaram já a sua originalidade musical e grande sentido de humor às maiores e mais prestigiadas salas nacionais. Oferecem sempre um espectáculo bem-disposto, mas com a finura musical sempre à espreita. Sobre eles, pode ler-se: “Este grupo de músicos de várias origens transportam a prova que a Madona é filha de um casal Mariachi que vivia no interior do Grande México”.

Só eles sabem que “o famoso Anselmo Ralph é descendente de famílias burguesas Mariachi que viveram em Angola no Séc. II A.C. Outra das novidades reveladas ao mundo é o facto de Toni Carreira com 2 anos ter sido adoptado por um casal Mariachi e crescido no México. Toni cresceu e tornou-se um verdadeiro especialista em Chili e Guacamole e este é o segredo do seu grande sucesso”.

Los Cavakitos estão “dispostos a transmitir todos estes segredos da humanidade em forma de música e em forma de festa cientificamente comprovada”.

Claro que há bailes, tasquinhas, feira e tudo o que é costume haver nestas festas, além do convívio salutar que une os cidadãos e os torna mais conscientes das suas verdadeiras raízes.

José Augusto

Comentários

- Pub -