Postos da GNR de Ermidas-Sado e Alvalade vão manter-se a operar em pleno

47
visualizações

Garantia dada pela secretária de Estado a Álvaro Beijinha

 

- Pub -

Álvaro Beijinha, presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, obteve da secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, a garantia de que os postos da GNR em Ermidas-Sado e Alvalade vão manter-se a operar em pleno, na sequência de uma reunião mantida com a governante no passado dia 6, em Lisboa.

“Trouxemos garantias da secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna de que os postos não são para encerrar e não vão funcionar em horário reduzido, essa situação foi reposta e já não se voltará a colocar”, anunciou o autarca, citado em nota de Imprensa do município. Sobre o número de efectivo da GNR, Isabel Oneto transmitiu a Álvaro Beijinha que, “em conjunto com a GNR, irá tentar resolver rapidamente o assunto”. Porém, a secretária de Estado alertou para o facto de essa não ser uma situação fácil. Isto porque depende da “mobilidade dos próprios militares” e da “entrada de novos guardas”, perspectivada para daqui a alguns meses.

O autarca frisou à governante que “as populações sentem-se desprotegidas” e lembrou “casos de furtos cujas vítimas não apresentam queixa porque têm de esperar pela patrulha de Santiago do Cacém”, recebendo a promessa da governante de que a autarquia seria informada assim que a tutela consiga algum avanço no processo.

Comentários

- Pub -