Centro Comunitário segue em frente com investimento de 500 mil euros

19
visualizações

O projeto de reabilitação do Centro Comunitário de Águas de Moura prevê a criação de um espaço para o Pólo da Biblioteca, Espaço Juventude, sala multifuncional, Gabinete de Atendimento Municipal e áreas para a prática desportiva

 

- Pub -

 

Depois de dois anos de espera, Palmela vê agora ser aprovada a candidatura a fundos comunitários para requalificação do Centro Comunitário de Águas de Moura. Um projecto com o valor global de 500 mil euros e co-financiamento FEDER reembolsável de 50%.

O novo Centro Comunitário irá funcionar no edifício onde funcionou o Antigo Quartel dos Bombeiros Mistos de Águas de Moura, actualmente, edifício municipal.

Um espaço muito aguardado pelos munícipes para o exercício da cidadania nas mais variadas formas, desde a cultura à acção social, juventude, inovação, empreendedorismo ou emprego.

Um lugar dedicado ao desenvolvimento de competências e de conhecimento, que permitirá ainda integrar valências municipais e possibilitará a dinamização de actividades pelas associações locais e pela comunidade.

O projeto de reabilitação do Centro Comunitário de Águas de Moura prevê a criação, entre outras valências, de um espaço para o Pólo da Biblioteca, Espaço Juventude, sala multifuncional, Gabinete de Atendimento Municipal, sala de reuniões, sala polivalente e um open space, com condições para a dinamização de actividades de formação, oficinas, aulas de dança, ginástica, taekwondo, exposições ou palestras.

Um projecto que será agora possível concretizar devido à candidatura ao Programa Operacional Regional Lisboa 2020 (PORLisboa 2020) “C3. Requalificação do Centro Comunitário de Águas de Moura”, apresentada pelo município de Palmela.

Sobe, assim, para 31 o número de candidaturas apresentadas pela Autarquia para a obtenção de financiamento, das quais 29 já se encontram aprovadas. Aguardam apenas aprovação as candidaturas “Iluminação Pública Eficiente do Concelho de Palmela” e “Eu Conquisto o meu Sucesso – Plano Inovador de Combate ao Insucesso Escolar de Palmela”, devido à necessidade de obtenção de pareceres de entidades externas, como a Direção Geral de Energia e Geologia

e pela Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares.

Comentários

- Pub -