Câmara Municipal implementa novo herbicida favorável ao ambiente

129
visualizações

Solução surge da combinação de herbicida biodegradável de origem natural com um herbicida anti-germinativo

 

- Pub -

De forma a controlar as espécies vegetais indesejadas que surgem nos espaços públicos urbanos do município, a Câmara Municipal de Palmela implementou a utilização de um novo herbicida.

 

Este novo produto, não sendo prejudicial para o ambiente, surge da combinação de um herbicida biodegradável de origem natural com um herbicida anti-germinativo, no qual este último pretende apresentar um efeito mais duradouro. Esta solução é apresentada como uma alternativa à utilização de glifosato, um dos herbicidas mais utilizados no país.

 

O novo herbicida utilizado no município é obtido a partir de plantas e age somente através do contacto com as ervas daninhas. Quando alcança as plantas a retirar, o produto altera a permeabilidade da sua membrana celular da epiderme, acabando por provocar a sua desidratação em poucas horas. Por ter uma acção anti-germinativa, é absorvido pelas raízes e folhas das plantas e, em seguida, é direccionado às zonas merismáticas, nas quais provoca a paragem das divisões celulares, originando um bloqueio nas mesmas.

 

Apesar de possuir um cheiro intenso, que pode vir a ser sentido no solo no momento da aplicação por se fixar nos primeiros centímetros do mesmo, o herbicida, por ser biodegradável, acaba por se decompor em menos de dois dias através de uma degradação microbiana e química, não deixando resíduos no local. A sua acção de contacto é rápida e os resultados ficam visíveis em poucas horas. Não existe, desta forma, um risco de contaminação dos lençóis freáticos, ou seja, dos reservatórios de água doce.

 

Caracteriza-se, ainda, por ser inofensivo para os animais de uma forma geral. No que diz respeito aos microorganismos do solo, não apresenta efeitos negativos sobre estes e é, também, inofensivo para a população.

Comentários

- Pub -