Poesia de Manuel António Pina em destaque na Biblioteca do Pinhal Novo

19
visualizações

‘Palavras na Nossa Terra’ homenageia jornalista e escritor

 

- Pub -

O próximo encontro de poesia “Palavras na Nossa Terra”, a ter lugar na Biblioteca Municipal de Pinhal Novo, vai homenagear Manuel António Pina. A iniciativa realiza-se no dia próximo dia 29, a partir das 21h00, e como é hábito é livre e aberta a todos os que “gostem de ouvir, escrever, ler ou declamar poesia”, lembra a Câmara Municipal de Palmela.

O encontro de poesia do próximo dia 29 vai destacar o jornalista e escritor Manuel António Pina, que nasceu em 1943, no Sabugal, e faleceu em Outubro de 2012, no Porto. “Licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra, em 1971, exerceu advocacia, foi técnico de publicidade e jornalista no Jornal de Notícias, onde foi editor. A sua colaboração nos media abrangeu também a rádio e a televisão”, realça a autarquia, sem esquecer o legado de Manuel António Pina enquanto escritor.

“Autor de livros para a infância e juventude e de textos poéticos, a sua obra apresenta uma grande coesão estrutural e reflecte uma grande criatividade. Afirmou-se como uma das mais originais vozes poéticas na expressão pós-pessoana da fragmentação do eu. Transmissora de valores, muita da sua obra infantil e juvenil é seleccionada para fazer parte dos manuais escolares, sendo, também, integrada nas antologias portuguesas e espanholas.”

Nenhum Sítio (1984), O Caminho de Casa (1988), Um Sítio Onde pousar a Cabeça (1991), Algo Parecido Com Isto da Mesma Substância (1992), Farewell Happy Fields (1993), Cuidados Intensivos (1994), Nenhuma Palavra e Nenhuma Lembrança (1999), Le Noir (2000) e Os Livros (2003) são algumas das obras de Manuel António Pina.

A participação nos encontros de poesia decorrem uma vez por mês na Biblioteca Municipal de Pinhal Novo e têm entrada gratuita.

Comentários

- Pub -