Igreja em ruínas há mais de um século em Águas de Moura

132
visualizações

Na Semana Descentralizada na Freguesia de Marateca, a presidente Cecília Sousa manifestou o sonho da requalificação da Igreja de S. Pedro

 

- Pub -

Cecília Sousa, presidente da União de Freguesias de Poceirão e Marateca, manifestou o desejo da Igreja de S. Pedro, que se encontra em ruínas há mais de um século, ser requalificada porque “é uma referência histórica” da freguesia.

O edifício localizado junto ao cemitério de Águas de Moura está profundamente degradado, mas o presidente da Câmara de Palmela, Álvaro Amaro, comprometeu-se a “realizar um trabalho profundo de levantamento do que existe e das necessidades”. O autarca revelou estar a “tentar encontrar uma linha de apoio que permita uma candidatura a fundos comunitários para recuperação da Igreja, com respetivo acompanhamento arqueológico e trabalhos de conservação e restauro”.

A velha igreja em ruínas continua a ser uma referência histórica da Marateca e é o testemunho da existência de uma antiga comunidade, que se complementa com o cemitério e a ponte de ferro, que deixou de servir o trânsito para o Alentejo e para o Algarve.

Nos anos 50 construiu-se a Igreja de S. Pedro no centro da povoação, que se tornou o local de culto dos crentes locais. Segundo a presidente da junta, a requalificação da secular igreja é uma aspiração da população de Águas de Moura.

Comentários

- Pub -