Câmara vai comprar armazém da antiga SANFER

192
visualizações

Imóvel com mais de mil metros quadrados custa 27 mil euros. Espaço poderá acolher a instalação de serviços municipais ou servir para a criação de um equipamento cultural

 

- Pub -

 

A Câmara do Montijo vai comprar o armazém da antiga SANFER, localizado na Rua da Bela Vista, junto às oficinas municipais.

A autarquia prepara-se assim para voltar a aumentar o património municipal com a compra do imóvel pelo preço de 27 mil euros, apurou O SETUBALENSE.
A aquisição tem contornos semelhantes à da  compra da antiga fábrica do Izidoro e representa, igualmente, um negócio por um montante significativamente inferior ao valor estimado de mercado do imóvel.

Nuno Canta, presidente da Câmara, confirmou a O SETUBALENSE a operação e a verba que a autarquia irá desembolsar.
“A Câmara vai comprar por 27 mil euros o imóvel, que tem mais de mil metros quadrados de área e que foi entregue à banca para saldar uma dívida superior a 600 mil euros”, disse o autarca.

Embora ainda não esteja definido, o espaço deverá vir a ser utilizado para uma de duas finalidades: “Ou para a instalação de serviços municipais ou para a criação de um equipamento cultural, para artistas”, adiantou o edil.

A proposta para compra do imóvel deverá ser submetida a aprovação numa das próximas reuniões do executivo.

Quinta aquisição este ano

Este é o quinto imóvel que o município do Montijo compra este ano, depois de ter adquirido o edifício da antiga Trabatijo (200 mil euros), o imóvel frente aos Paços do Concelho para instalação da Loja do Cidadão (191 mil euros), a antiga fábrica do Izidoro (quase 298 mil euros) e o lote de terreno contíguo à Galeria Municipal (65 mil euros), sendo que estas duas últimas aquisições foram aprovadas na reunião de câmara da passada quarta-feira.

A compra da antiga fábrica do Izidoro, conseguida por cerca de um milhão de euros abaixo do valor de mercado, foi, de resto, classificada por Nuno Canta como “o melhor negócio na história” da autarquia. A Câmara exerceu o direito legal de preferência nesta aquisição por um valor de 297 mil e 887 euros, quando o imóvel foi avaliado, por uma entidade independente, em mais de 1,2 milhões de euros.

A antiga fábrica do Izidoro irá dar lugar a um empreendimento habitacional com casas e rendas a custos controlados para as classes média e média/baixa.

Comentários

- Pub -