Socialistas aplaudem participação do público na reunião de câmara

39
visualizações

Munícipes relataram ao executivo várias preocupações relacionadas com obras, higiene urbana e transportes públicos

A reunião pública mensal do executivo camarário da Moita, realizada no passado dia 25, que acabou por registar a aprovação de todas as propostas por unanimidade, ficou marcada pela presença e participação de vários munícipes, com a vereação socialista a vir a terreiro aplaudir o exercício de cidadania.
As obras de requalificação na Rua 1 de Maio, na Baixa da Banheira, a higiene urbana, com queixas sobre acumulação de lixo em redor dos novos contentores para a reciclagem, e os protestos relacionados com pragas de ratos, pombos e baratas, além da reduzida frequência das carreiras 333 de transporte público, foram questões apresentadas pelo público durante a sessão.
Em nota de Imprensa, os vereadores do PS consideram “muito positivo a enorme participação por parte da população dos mais diversos pontos do concelho” na reunião. Ao mesmo tempo, os autarcas socialistas debruçam-se sobre algumas das situações apresentadas pelos munícipes.
Sobre as obras de requalificação na Baixa da Banheira, salientam que “é grande o descontentamento dos comerciantes pelos atrasos nas obras e [pelo] impacto que as mesmas estão a ter para o tecido económico daquela artéria”. Mas não só. “Foram, ainda, vincadas as questões relacionadas com os procedimentos de segurança adoptados que levantam dúvidas sobre a sua adequação a uma via pública em obra, mas que se mantém aberta à circulação de transeuntes, tendo já acontecido diversos percalços”, apontam os vereadores do PS, lembrando que estas questões “já não são novas” e que têm sido apresentadas pelo PS “nos diversos órgãos” autárquicos.
Durante o período antes da ordem do dia, estas questões “mereceram por parte da bancada do PS detalhadas chamadas de atenção”, que acabaram por resultar em “manifestações expressivas de apreço e apoio” por parte do público, o que “levou o presidente da Câmara a dizer que aquele espaço não era um comício socialista”.

- Pub -

Lixo e pragas

Entre o público houve também quem se queixasse sobre a higiene urbana. Os socialistas realçam o descontentamento manifestado pela “acumulação excessiva de lixo em redor dos novos contentores para a reciclagem, sua colocação, e, ainda, protestos relacionados com pragas de ratos, pombos e baratas”.
“O assunto da higiene urbana e do controlo de pragas é há muito trazido pelo PS para o debate público, defendendo estratégias concertadas de combate para um resultado mais eficaz”, adiantam os vereadores.
Os transportes públicos, sobretudo “relacionados com o traçado e a frequência dos autocarros das carreiras 333”, foram outro dos temas apresentados. “Ficou uma vez mais patente que ainda há muito a fazer e a Câmara que agora tem responsabilidades sobre esta matéria deverá, no âmbito da Área Metropolitana de Lisboa, continuar a desenvolver esforços para a que estas questões se resolvam”, consideram os vereadores do PS.
O apelo a “políticas direccionadas para a juventude e de incentivo à produção cultural” foi ainda outro tema apresentado no decorrer do período de intervenção do público, numa sessão bastante participada.

Comentários

- Pub -