18 Janeiro 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Moita PS acusa CDU de estar indisponível para dar oportunidades ao concelho da...

PS acusa CDU de estar indisponível para dar oportunidades ao concelho da Moita

Com o discurso apontado a uma CDU que considera estar “irredutível”, PS Moita apresentou o próprio parecer sobre o aeroporto do Montijo, à APA

 

- PUB -

Os vereadores e deputados municipais do PS na Moita votaram contra o parecer negativo apresentado pela CDU em Sessão de Câmara e Assembleia Municipal e apresentaram a sua posição sobre o Estudo de Impacto Ambiental do Novo Aeroporto do Montijo e Respectivas Acessibilidades à Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Em declaração de Voto de Vencido o PS justifica o seu voto contra o parecer apresentado pelo executivo CDU tendo em conta “a realidade do esgotamento da capacidade aeroportuária na cidade de Lisboa” e que “a situação atual é prejudicial ao crescimento económico do país”.

Tendo em conta este contexto o PS Moita considera que o novo o projecto do novo aeroporto

- PUB -

deve cumprir três requisitos “essenciais”. Urgência. Condições económico-financeiras. Minimização e compensação dos impactes.

Cenário em que os eleitos do Partido Socialista na Moita consideram a BA6 como “a única hipótese viável, porque é a única compatível com o Aeroporto Humberto Delgado” e também “a única que se apresenta como financeiramente comportável”.

 

- PUB -

Alcochete requer demasiadas acessibilidades

 

Para o Partido Socialista não é apenas o custo do novo aeroporto que está em questão na decisão que apoia a BA6 em detrimento do Campo de Tiro de Alcochete.

Alcochete “implicaria sempre a construção de um conjunto significativo de acessibilidades, sem as quais o aeroporto não teria viabilidade económica, dada a distância dessa localização a Lisboa”, assim como a desmilitarização do espaço. Características que, no seu todo, representariam condições económicas e financeiras desfavoráveis.

Contrariamente ao que a CDU defende, o PS Moita considera também que a avaliação do Estudo de Impacte Ambiental é de que a construção do aeroporto na BA6 do Montijo cumpre a “imprescindível condição” de “não comportar impactes negativos que sejam irreversíveis, não minimizáveis ou compensáveis”.

Como exigência à mitigação de impactes os socialista colocam no seu parecer apresentado à APA a exigência de que sejam adoptadas “medidas minimizadoras dos impactes negativos identificados e de medidas compensatórias”.

 

CDU apontada como irredutível

 

Perante estas alegações o PS considera que a sua posição “defende as populações e acautela os interesses do concelho”, contrariamente ao que considera ser “a posição irredutível da CDU, que sendo contra, se tem mostrado indisponível para reivindicar as medidas que efectivamente fariam a diferença na vida das pessoas”.

 

Foto – Alex Gaspar

- PUB -

Mais populares

Covid-19 obriga Hospital de Setúbal a activar pela primeira vez nível vermelho de Crise ou Catástrofe

Administração assume em circular normativa que estrutura para atender infectados dá sinais de completa saturação   A administração do Hospital de São Bernardo, em Setúbal, activou...

Apreendidos mais de 330 quilos de pescado em Sesimbra. Valor ultrapassa 4600 euros

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR, por intermédio do Subdestacamento de Setúbal, apreendeu ontem mais de 300 quilos de pescado, em Sesimbra, numa...

Empresa de transportes da Área Metropolitana de Lisboa entra em funcionamento no dia 17

A empresa de Transportes Metropolitanos de Lisboa (TML), que irá gerir o serviço de transporte rodoviário público na Área Metropolitana de Lisboa (AML), vai...
- PUB -