Grândola inaugura amanhã monumento de homenagem ao movimento operário mineiro do Lousal

41
visualizações

A aldeia mineira do Lousal, no interior do concelho de Grândola, inaugura amanhã pelas 16h00 um monumento de arte pública para homenagear o movimento operário mineiro.

- Pub -

Resultado de um projecto comunitário, desenvolvido em 2018, entre a comunidade da aldeia do Lousal e uma equipa do centro de investigação da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, a “intervenção escultórica” representa a “descida e a subida à mina e as formas de comunicação entre galerias, simbolizadas pela escada e o carril”.

Segundo a autarquia, o projecto, que teve como objectivo “pensar, testar e concretizar um modelo de criação artística partilhado entre a comunidade do Lousal”, a Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa e “outros centros de investigação científica”, permitiu “a discussão de propostas em torno de uma imagem de futuro” para a aldeia mineira.

O monumento, com cerca de nove metros de altura e construído “com tubos de aço soldado, decapado, metalizado e pintado”, é inaugurado este sábado, 7, no âmbito das comemorações do dia de Santa Bárbara, padroeira dos mineiros, e ficará localizado na entrada da aldeia.

O programa conta ainda com a exibição do documentário “Minas”, no salão do Lousal, às 15:00.

O filme centra-se no património histórico, paisagístico e humano das minas do Lousal, Aljustrel e São Domingos, as três principais minas da Faixa Piritosa Ibérica.

A obra, realizada por Alexandre Silva e Luís Godinho, com o apoio do município de Grândola, apresenta relatos de experiências através da recolha de entrevistas a elementos das comunidades mineiras.

Lusa

Comentários

- Pub -