Futuro da Mata da Machada na primeira linha de debate sobre ambiente

36
visualizações

A Mata da Machada é identificada pelo vereador José Paulo Rodrigues como um valor histórico e natural de elevada importância para a população do Barreiro

 

- Pub -

 

O “Seminário Life Biodiscoveries MACHADA: QUE FUTURO?” desvendou o que a Câmara Municipal do Barreiro pretende para este espaço, tendo por base a atracção de mais visitantes.

No decorrer do evento o vereador José Paulo Rodrigues salientou que, o objectivo central é promover uma adesão cada vez maior por parte da população, tendo em conta a oferta que a Mata da Machada proporciona, como por exemplo, o “Reserva o Verão em Família”, os campos de férias, “Invasão ao Domingo” e “Reserva o Sábado”.

José Paulo Rodrigues recordou ainda o trabalho que tem sido feito em prol da protecção da Mata da Machada. “Um caminho que tem tido como objectivo principal dar a conhecer a Mata da Machada e o Sapal do Rio Coina aos barreirenses, para que estes colaborem na proteção e preservação do seu património”.

No decorrer do seminário foi ainda destacada a importância deste território. “Hoje, a Mata da Machada não é apenas um espaço natural e histórico, mas também um local onde as famílias se podem deslocar e passar bons momentos. Neste espaço de convívio com a natureza, desejamos que as pessoas, cada vez mais, o possam utilizar espontaneamente e onde sintam o apelo da proteção e da sustentabilidade”, salientou o vereador na abertura do seminário.

No parecer do vereador, reflexo desta aposta são também as acções de voluntariado do projeto Life Biodiscoveries que incrementam a qualidade dos ecossistemas da Reserva Natural Local.

A valoração económica da biodiversidade da Mata da Machada, assim como os seus respectivos recursos e serviços, tem sido alvo de análise, através de um estudo feito por inquéritos aos utilizadores do espaço.

No seguimento deste estudo, a Câmara Municipal considera que os valores obtidos devem ser tidos em linha de conta em termos de políticas discutidas, financiamentos e no planeamento e ordenamento estratégico. Considerando estes valores fundamentais e essenciais para o equilíbrio urbano, uma vez que representam benefícios e serviços que a Reserva Natural Local confere aos barreirenses.

Comentários

- Pub -